Guedes defende mudanças ministeriais e vê ‘zero ameaça’ à política econômica

'Está havendo reorganização interna. Sem nenhuma ameaça ao coração da política econômica', afirmou o ministro
-Publicidade-
O ministro da Economia, Paulo Guedes, classificou como normais mudanças na Esplanada dos Ministérios
O ministro da Economia, Paulo Guedes, classificou como normais mudanças na Esplanada dos Ministérios | Foto: Edu Andrade/Ascom/ME

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu nesta quinta-feira, 22, as mudanças nos ministérios confirmadas pelo presidente Jair Bolsonaro.

Na Casa Civil, o general Luiz Eduardo Ramos será substituído pelo senador Ciro Nogueira (PP-PI). Ramos deve ir para a Secretaria-Geral da Presidência, hoje ocupada por Onyx Lorenzoni — que, por sua vez, deve se tornar ministro do Trabalho, em pasta a ser recriada por Bolsonaro.

Leia mais: “Governo cria Ministério do Emprego e Previdência”

-Publicidade-

A recriação do Ministério do Trabalho tirará poderes do próprio Guedes, já que a área está atualmente sob controle da Economia. “Está havendo reorganização interna. Sem nenhuma ameaça ao coração da política econômica. Zero ameaça”, afirmou Guedes.

Leia também: “Bolsonaro confirma convite a Ciro Nogueira e fala em ‘diálogo melhor’ com Congresso”

“Não vai mudar a orientação da política econômica. Ela é a mesma. Quando elaboramos o plano econômico, o Onyx [Lorenzini] estava lá”, completou o ministro.

Leia também: “General Ramos, sobre saída da Casa Civil: ‘Fui atropelado por um trem’”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

      1. … com raríssimas exceções. Depois da dita “democratização”, aí então as quadrilhas tomaram posse da direção do país para valer, e aí estão até hoje, inclusive com apoio do PR.

  1. Precisou de um FUNDÃO de 6 bi para o Bolso ENXERGAR o que Ramos estava fazendo há tempos… prejudicando o governo e atirando nos membros CONSERVADORES do governo.
    FLÁVIA ARRUDA PRECISA RODAR TB.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site