Guedes diz que plano de ajuda a estados e municípios pode chegar a R$ 130 bilhões

Como contrapartida, Guedes defende que não haja aumento de salários do funcionalismo público.
-Publicidade-
Ministro apresentou relatório na Comissão Mista do CongressoFoto: Reprodução/TV Senado
Ministro apresentou relatório na Comissão Mista do CongressoFoto: Reprodução/TV Senado

Como contrapartida, Guedes defende que não haja aumento de salários do funcionalismo público

Foto: Reprodução/TV Senado
-Publicidade-

O projeto de ajuda a estados e municípios pode chegar a R$ 130 bilhões, avaliou o ministro da Economia, Paulo Guedes, em videoconferência com deputados e senadores nesta quinta-feira, 30, sobre as ações do governo frente à pandemia de coronavírus.

“Vai ser uma transferência enorme para estados e municípios, mas isso não pode virar aumento de salário de funcionalismo, foi só o pedido que eu fiz”, disse Guedes.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), apresentou versão inicial do relatório sobre a proposta de auxílio financeiro aos estados.

O senador, que excepcionalmente relata o projeto, propôs uma ajuda fixa de R$ 60 bilhões e incluiu exigência de contrapartidas dos estados, principalmente o congelamento de salário de servidores por um ano e meio.

O valor não inclui a suspensão de dívidas dos estados com a união, que também está prevista na matéria.

Guedes também falou sobre os desentendimentos com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

“Estava havendo uma disputa entre o presidente da Câmara e o presidente da República, um desentendimento comigo, que também fui atacado simplesmente por defender o Tesouro Nacional. Eu não reagi às criticas, não fiz nada, só pedi socorro ao Senado, que agora está fazendo uma correção”, disse o ministro.

A votação do projeto de ajuda a estados e municípios está marcada para este sábado, 2.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site