IBGE: Em junho, 39% das empresas pararam por causa da covid-19

Apesar desse cenário, a economia brasileira vem apresentando sinais de recuperação
-Publicidade-
Apesar do cenário negativo, há luz no fim do túnel | Foto: ROVENA ROSA/AGÊNCIA BRASIL
Apesar do cenário negativo, há luz no fim do túnel | Foto: ROVENA ROSA/AGÊNCIA BRASIL | Apesar do cenário negativo, há luz no fim do túnel | Foto: ROVENA ROSA/AGÊNCIA BRASIL

Apesar desse cenário, a economia brasileira vem apresentando sinais de recuperação

ibge
Apesar do cenário negativo, há luz no fim do túnel | Foto: ROVENA ROSA/AGÊNCIA BRASIL
-Publicidade-

Ao todo, 1,3 milhão de empresas encerraram suas atividades temporária ou definitivamente na primeira quinzena de junho no Brasil. Destas, 522,7 mil (39,4%) apontaram como causa os entraves da pandemia de coronavírus. É o que informa o mais recente levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado na manhã desta quinta-feira, 16. Em síntese, quatro entre cada dez empresas que paralisaram as suas atividades no período o fizeram por causa da covid-19.

Contudo, há luz no fim do túnel. Entre as boas novas estão a safra recorde registrada pelo agronegócio brasileiro, o setor imobiliário prevê recuperação rápida, o mercado de aquisições está aquecido, avançam consistentemente negociações acerca de concessões e privatizações. Além disso, no mundo do consumidor comum, um dado importante: o endividamento da sociedade brasileira se manteve estável. Ou seja, mesmo com perda de renda, os consumidores vêm mantendo os pagamentos.

Quer saber de onde virá a retomada no cenário pós-coronavírus? Leia a reportagem da edição n° 12 de Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.