Ibovespa atinge maior nível em quase um mês; dólar cai a R$ 5,61

Investidores aguardam reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central que deve elevar taxa básica de juros
-Publicidade-
Bolsa de Valores de São Paulo atingiu o maior patamar desde novembro
Bolsa de Valores de São Paulo atingiu o maior patamar desde novembro | Foto: Divulgação

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira, emendou nesta terça-feira, 7, a quarta alta consecutiva. O indicador encerrou o pregão com ganhos de 0,65%, aos 107,5 mil pontos — o maior patamar em quase um mês, desde 11 de novembro.

O dólar, por sua vez, caiu 1,26% e terminou o dia negociado a R$ 5,61. Trata-se do menor valor da moeda norte-americana desde 29 de novembro (R$ 5,60). Este também foi o maior recuo diário do dólar desde 11 de novembro (-1,74%).

No acumulado de 2021 até aqui, o dólar tem alta de 9% em relação ao real. Por outro lado, desde o início deste ano, o Ibovespa acumula perdas que superam os 10%.

-Publicidade-

Como noticiado por Oeste, a diminuição das preocupações globais relacionadas à nova variante do coronavírus, a Ômicron, repercutiu de forma positiva nos mercados tanto no Brasil quanto no exterior.

No cenário interno, investidores aguardam com grande expectativa a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), na quarta-feira 8, que deve sacramentar uma nova elevação da taxa básica de juros (a Selic) pelo menos de 1,5 ponto percentual, para 9,25% ao ano.

Nesta terça, as principais bolsas norte-americanas refletiram o otimismo do mercado. O índice S&P 500 (SPX) fechou o dia com alta de 2%, aos 4,6 mil pontos. Dow Jones subiu 1,4%, aos 35,7 mil pontos, enquanto Nasdaq teve ganhos de 3%, aos 15,6 mil pontos.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.