Índice MSCI rebaixa Argentina, que deixa de ser mercado emergente

O país terá dificuldades para acessar financiamentos estrangeiros
-Publicidade-
Status havia sido adquirido durante o mandato de Mauricio Macri
Status havia sido adquirido durante o mandato de Mauricio Macri | Foto: Reprodução/Instagram/Alberto Fernández

O MSCI, índice de confiança da empresa financeira norte-americana Morgan Stanley, reclassificou para baixo a categoria da Argentina, que deixa de ser um mercado emergente. É o que informou nesta sexta-feira, 25, o jornal Clarín. Em linhas gerais, a medida dificulta o acesso do país a condições de financiamentos em outros países. Conforme o MSCI, os hermanos estão na mesma situação de subdesenvolvidos, como a Jamaica, o Panamá, a República de Trindade e Tobago, o Botsuana e o Zimbábue.

Em junho do ano passado, o MSCI emitiu um aviso ao presidente da Argentina, Alberto Fernández, advertindo que o país seria rebaixado, caso persistisse nos controles de capitais. A política econômica não mudou. A gestão de esquerda de Fernández e Cristina Kirchner, ainda, dobrou a aposta ao adotar estratégias erráticas, como o isolamento social radical, de modo a tentar conter o avanço do coronavírus. Sob o comando de Mauricio Macri, a Argentina conseguira o status de emergente, que agora perdeu.

Leia também: “O alerta do tango argentino”, reportagem publicada na Edição 53 da Revista Oeste

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site