-Publicidade-

Líderes querem nova prorrogação do auxílio emergencial

Líderes querem nova prorrogação do auxílio emergencial
Auxílio emergencial pode continuar até dezembro, mas valor deve ser reduzido | Foto: Marcelo Carmargo/Agência Brasil
Auxílio emergencial pode continuar até dezembro, mas valor deve ser reduzido | Foto: Marcelo Carmargo/Agência Brasil | coronavoucher, dezembro, auxílio emergencial, paulo guedes, jair bolsonaro, renda brasil, ministério da economia

Senadores defenderam a prorrogação do auxílio em mais uma parcela de R$ 600 e as outras de R$ 300

Caixa - transferências - saques - auxílio
Aplicativo para acessar o “coronavoucher” | Foto: MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL

Previsto inicialmente para durar três meses, o auxílio emergencial de R$ 600 chegou a cinco parcelas após acordo do governo com o Congresso. Agora, líderes já sinalizam que vão pressionar por mais parcelas.

Leia mais: “Auxílio representa aumento de 24% na renda dos trabalhadores”

Na reunião de líderes do Senado desta semana, senadores defenderam a prorrogação do auxílio em mais uma parcela de R$ 600 e as outras de R$ 300. Contudo, a equipe econômica de Paulo Guedes resiste à proposta.

Apesar disso, líderes ouvidos por Oeste afirmaram que a resposta final será do presidente Jair Bolsonaro.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês