Mais de 40 empresas estão na fila para negociar na bolsa de valores

Companhias registram pedidos para operar no mercado de capitais do país
-Publicidade-
Fachada da sede da B3, a Bolsa de Valores brasileira. Há fila para realizar IPO, informa a CVM | Foto: DIVULGAÇÃO
Fachada da sede da B3, a Bolsa de Valores brasileira. Há fila para realizar IPO, informa a CVM | Foto: DIVULGAÇÃO | b3 - fila com mais de 40 empresas para entrar na bolsa de valores

Companhias registram pedidos para operar no mercado de capitais do país

b3 - fila com mais de 40 empresas para entrar na bolsa de valores
Fachada da sede da B3, a bolsa de valores brasileira. Há fila para realizar IPO, informa a CVM | Foto: DIVULGAÇÃO

Conforme noticiado por Oeste na última semana, a rede de lojas Havan protocolou pedido para realizar seu IPO, sigla em inglês pela qual é conhecida a oferta inicial de uma companhia na bolsa de valores. É o ato que marca a estreia de determinada marca no mercado de capitais.

-Publicidade-

Leia mais: “Mais de 2,8 milhões de brasileiros estão na bolsa”

Mas a Havan está longe de ser a única que está prestes a vender ações por meio da B3, a bolsa de valores brasileira. Outras 42 empresas caminham nesse sentido. É o que mostra a lista divulgada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão que funciona como agência reguladora do setor no país.

Na fila de espera de IPO há empresas dos mais diversificados segmentos. Rede de lojas de departamentos, a Le Biscuit registrou o pedido na última semana, por exemplo. A lista segue com registros protocolados desde fevereiro, como é o caso do grupo de pet shop Petz e da construtora Cury.

Mais: “Ibovespa deve bater em 115 mil pontos ainda em 2020, indica relatório”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.