-Publicidade-

Mercado financeiro está menos otimista com recuperação da economia

É o que aponta boletim divulgado pelo Banco Central
Mercado: atualização para baixo do PIB
Mercado: atualização para baixo do PIB | Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A estimativa do mercado financeiro em relação à retomada econômica brasileira oscilou para baixo. É o que mostra a mais recente versão do boletim Focus, levantamento semanal divulgado pelo Banco Central. A edição tornada pública nesta segunda-feira, 22, mostra que a previsão de investidores para o crescimento da economia brasileira neste ano caiu de 3,43% para 3,29%.

Leia mais: “Indústria da mineração teve crescimento em 2020”

O recuo ocorre em meio às mudanças no comando da Petrobras. Na última sexta-feira, 19, o presidente Jair Bolsonaro indicou o general Joaquim Silva e Luna para a estatal, que desde o começo de seu governo estava sob liderança do economista Roberto Castello Branco. Conforme Oeste registrou mais cedo, as ações da petrolífera despencaram na bolsa de valores.

Apesar da nova projeção menos otimista para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2021, o mercado segue com o mesmo olhar para os próximos anos. Segundo os dados do Focus, a estimativa de crescimento da economia do país em 2022 segue em 2,5% — o mesmo número há 148 semanas. Para 2023 e 2024, a indicação também é de aumento de 2,5% em cada ano, informa a Agência Brasil.

Taxa de juros

A nova edição do boletim Focus apresenta, ainda, projeções relacionadas à taxa básica de juros. E a atualização nesse sentido também demonstra menor animação. Agora, a estimativa é que o Brasil feche o ano com a Selic em 4%; antes o porcentual indicado era de 3,75%. Atualmente, a Selic está em 2%, conforme definição por parte do Comitê de Política Monetária (Copom).

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês