Após ‘afundarem’ na quarta-feira, mercados têm dia de recuperação

Na Europa, França e Alemanha anunciaram ‘lockdowns’ de mais de um mês; no Brasil, irreal ameaça de privatização do SUS derrubou as bolsas
-Publicidade-
Resultados das <i>Big Techs</i> foram decepcionantes nos EUA | Foto: Reprodução/Montagem
Resultados das Big Techs foram decepcionantes nos EUA | Foto: Reprodução/Montagem | big techs, lucro, valor de mercado, wall street, comércio americano, amazon, apple, facebook, google

Na Europa, França e Alemanha anunciaram ‘lockdowns’ de mais de um mês; no Brasil, irreal ameaça de privatização do SUS derrubou as bolsas

big techs, lucro, valor de mercado, wall street, comércio americano, amazon, apple, facebook, google
Resultados das Big Techs devem sair hoje nos EUA | Foto: Reprodução/Montagem
-Publicidade-

Na quarta-feira 28, os mercados financeiros europeus enfrentaram a maior baixa em cinco meses. Com a segunda onda de coronavírus se agravando, França e Alemanha anunciaram, no mesmo dia, que terão lockdowns por pelo menos um mês, na tentativa de controlar o novo surto da doença.

Fundos de investimentos preveem que a economia francesa deve encolher até 4% no quarto trimestre deste ano, e, a de Angela Merkel, 1%. Por isso, o Banco Central Europeu deve se reunir ainda nesta quinta-feira, 29, para discutir um novo pacote de estímulos à economia, a ser lançado em dezembro.

Somado a isso, a alta de ações de grandes empresas daquele continente ajudaram a melhorar a situação nas bolsas da Europa, que tiveram leve alta hoje.

Nos Estados Unidos, depois de um dia de baixas, os mercados se reanimaram, principalmente porque devem ser revelados, nesta quinta, os resultados trimestrais de pelo menos cinco das maiores Big Techs — empresas de tecnologia — do país: Apple, Alphabet (proprietária do Google), Amazon, Facebook e Twitter.

Por aqui, a Bolsa de Valores do Brasil fechou o dia abaixo dos 100 mil pontos, após uma suposta e irreal ameaça de privatização do Sistema Único de Saúde, o SUS, pelo governo federal. Contudo, depois do fechamento, o Comitê de Política Monetária do Banco Central manteve os juros básicos da economia, a Selic, em 2% ao ano (a menor taxa da História). E informou que, apesar de prever uma inflação maior do que antes, ainda vê a economia do país em expansão para o ano que vem.

Essa informação e os balanços de Petrobras, Vale, Bradesco e IB Ambev devem acelerar os resultados da bolsa brasileira nesta quinta-feira.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site