Movimentos se unem contra supersalários públicos

Carta em apoio a projeto de lei é assinada por 15 entidades
-Publicidade-
Foto: Canva
Foto: Canva | supersalários

Carta em apoio a projeto de lei é assinada por 15 entidades

supersalários
Foto: Canva
-Publicidade-

Organizações das mais diferentes áreas estão unidas em ação contra a legalidade dos chamados supersalários de servidores públicos no Brasil. Em carta divulgada nesta quinta-feira, 10, 15 entidades se colocam favoráveis ao andamento do projeto de lei (PL) 6.726/16, que visa dar fim em definitivo à concessão de tal benefício, sobretudo a determinados integrantes do Poder Judiciário e membros do Ministério Público.

Leia mais: “Vetos ao marco do saneamento estão na pauta do Congresso”

Conforme a numeração indica, o PL em questão está há quatro anos sem parecer definitivo por parte da Câmara dos Deputados. No texto intitulado “Pelo fim dos supersalários no setor público”, grupos como o Centro de Liderança Pública (CLP) e o Ranking dos Políticos enfatizam o desejo de cobrar diretamente parlamentares para mudar essa situação.

“Espera apenas ser apreciado no plenário da Câmara há mais de 4 anos”

“A coalizão Unidos pelo Brasil escreve aos deputados federais para que votem favoráveis ao PL 6.726/16 na Câmara dos Deputados, dando um fim definitivo aos supersalários no Brasil”, pontuam, em conjunto, as 15 entidades que assinam a carta direcionada aos congressistas da Casa presidida por Rodrigo Maia (DEM-RJ). “O projeto já foi aprovado no Senado e espera apenas ser apreciado no plenário da Câmara há mais de 4 anos”, enfatiza o movimento.

Economia à máquina pública

Para a cobrança direta aos deputados, os signatários da carta em favor do 6.726/16 registram o fato de o Brasil (leia-se: pagadores de impostos) arcar anualmente com aproximadamente R$ 2,6 bilhões para pagar uma “série de regalias para um grupo de servidores públicos que já são muito bem remunerados”. Benefícios que, segundo o movimento a clamar por #SuperSaláriosNão, fazem alguns servidores receberam mais do que o teto constitucional, atualmente fixado em R$ 39,2 mil por mês.

Leia a íntegra da carta contra os supersalários:

Carta pública pelo fim dos supersalários by Anderson Scardoelli on Scribd

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

11 comments

  1. Além dos super salários, um privilégio que os altos servidores detêm sobre qualquer pessoa da iniciativa privada é TEMPO LIVRE. Não existe um único empresário no mundo que obtenha tais rendimentos com uma rotina básica de 8 horas, fim de semana, 2 meses de férias e toda sorte de feriadões. E tempo, senhores, é o fogo que nos arde.

  2. O projeto ora sob as mãos de Rodrigo Maia é jogar copo d’água no oceano. Mais é pequeno demais, medíocre demais, complexado demais para entender que o País e o Governo são maiores e mais importantes do que suas necessidades pessoais em decorrência de suas precariedades psíquicas.
    Revoltado, mal preparado, megalomaníaco, e de chegar ao ponto de, por pura inveja de um homem que não fazia parte de sua corja, do grupo de corruptos, e mesmo com toda sua laia sendo contra, corruptos no cenário nacional, partidos de esquerda, Globo, Estadão , Folha, academias, …, ter sido eleito, ao invés de se curvar e tornar à Câmara digna de um povo sofrido, deliberadamente optou por destruir tudo que de bom viesse da Presidência para o País!
    Esperar de Maia algo de útil ao Brasil é torcer para que lobo, faminto, não devore a ovelha indefesa!

      1. É evidente a pequenez de Maia, se quiser conserte os erros de grafia.
        Obrigado!

      2. 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻 Você também pode votar a favor da PL nas Enquetes do site da Câmara dos Deputados e pedir aos seus amigos que votem.

      1. Chega de pagar a estes vagabundos para roubarem o pouco que nos resta.

  3. Votei a favor da PL na Enquete no site da Câmara dos Deputados e usei trechos da carta no meu comentário lá. Sugiro que votem também e peçam aos amigos para votar. É um modo de pressionar os Deputados e dizer o que pensamos.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site