-Publicidade-

Neste fim de semana, G20 debate soluções para crise gerada pela pandemia

Cúpula de 2020 acontece em ambiente virtual e é organizado pelo governo da Arábia Saudita
Logo do encontro do G20 em 2020 | Foto: G20/Divulgação
Logo do encontro do G20 em 2020 | Foto: G20/Divulgação

Cúpula de 2020 acontece em ambiente virtual e é organizado pelo governo da Arábia Saudita

Logo do encontro do G20 em 2020 | Foto: G20/Divulgação

A cúpula do G20, grupo formando pelos 19 países com as maiores economias do planeta e a União Europeia, acontece neste sábado, 21, e no domingo 22. O encontro é norteado pelo tema “Percebendo as oportunidades do século 21 para todos” e, segundo um comunicado oficial, deve tratar de soluções para a crise global gerada com a pandemia pelo coronavírus.

“A cúpula deste ano tem mais significado, pois o mundo está olhando para os esforços do G20 em proteger vidas e meios de subsistência e ajudar na recuperação pós-pandemia. Os líderes do G20 também abordarão questões para preparar o caminho para uma recuperação econômica inclusiva, sustentável e resiliente e estabelecer as bases para um futuro melhor. Os objetivos da presidência saudita do G20 se concentram em capacitar as pessoas, protegendo o planeta e criando novas fronteiras”, informa.

A edição deste ano acontece em ambiente virtual e é organizada pelo governo da Arábia Saudita. Os discursos e reuniões que acontecem no evento são transmitidos pelo site www.g20riyadhsummit.org.

Os integrantes do G20

Além da União Europeia, o bloco é formado por África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, França, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Reino Unido, Rússia e Turquia.

Leia também: “Bolsonaro conversa com príncipe saudita antes da cúpula do G20”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês