Para fazer Renda Brasil, governo estuda congelar aposentadorias

Medida procura desvincular o salário mínimo dos benefícios previdenciários
-Publicidade-
Ministro Paulo Guedes quer aumentar a oferta de produtos | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Ministro Paulo Guedes quer aumentar a oferta de produtos | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Medida procura desvincular o salário mínimo dos benefícios previdenciários

para fazer renda brasil
O ministro da Economia, Paulo Guedes
Foto: FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL

O Ministério da Economia articula-se para aprovar no Congresso Nacional a desvinculação do salário mínimo dos benefícios previdenciários. Além disso, tenta congelar, por dois anos, aposentadorias e pensões para abrir espaço no Orçamento de 2021 para o Renda Brasil, que vai substituir o Bolsa Família. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que concorda com o congelamento. No entanto, restrito a quem ganha mais de um piso.

-Publicidade-

Leia também, na edição 25 da Revista Oeste, “Renda mínima: é bom para o Brasil?”

Para Maia, congelar os benefícios previdenciários para quem ganha acima do mínimo economizaria cerca de R$ 20 bilhões em 2021 e R$ 40 bilhões em 2022.

A medida atingiria tanto quem ganha um salário mínimo (atualmente, R$ 1.045) como quem recebe acima disso. “A desindexação que apoiamos diretamente é a dos benefícios previdenciários para quem ganha um salário mínimo e acima de um salário mínimo, não havendo uma regra simples e direta [de correção]. O benefício hoje sendo de R$ 1,3 mil, no ano que vem, em vez de ser corrigido pelo INPC, seria mantido em R$ 1,3 mil”, afirmou ao portal G1 o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues.

Leia também: “Argentina cai e Holanda vira 3° destino de produtos do Brasil”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

17 comentários Ver comentários

  1. Por que não mexer nos salários do Judiciário e dos políticos? Porque Paulo Guedes não tem peito para isso. Mexer com os pobres dos aposentados é facílimo.

  2. A equipe econômica do Ministério da Economia NÃO É o mesmo que “o governo”. Governo é o PRESIDENTE DA REPÚBLICA, e ele não concordou com essa ideia estúpida

  3. Absurdo essa idéia! Não concordo! Por que não usar o dinheiro do fundo eleitoral? E tbm acabar com as mordomias do três poderes ao invés de tirar do pobre e do velho e cansado trabalhador que contribuiu a vida inteira para esta nação e depois ver suas conquistas, seus sonhos indo pelo vento?

    1. Absurdo congelar os aposentados e pensionistas e não congelar o dos servidores públicos. Ministros, judiciários e políticos são blindados.

  4. Ao congelar os benefícios da aposentadoria vai sacrificar quem mais precisa. Porque não tirar a diferença necessaria dos pagamentos de quem ganha muito mais.Principalmente do Legislativo e seus benefícios. Como passagem de avião, ajuda moradia e outras mordomias. Poderia também ser cortado os benefícios dos Juízes, Desembargadores e Ministros. Esses sim têm peso.

    1. Pronunciamento do presidente desmentiu essa notícia. Não faltei com respeito no comentário anterior e apagaram. Apenas solicitei a verificação, pois é o jornalismo que vocês pregam.

  5. devemos reduzir aposentadoria, max 15 mil e ja é demais, cortar beneficios de filhos de policais e militares apos ter filhos, congelar salarios minimos dificil. mas tambem reajustar 1,5%. deixa sem aumento.

  6. Si não corrigir os salários nem pela inflação, no piso ou mesmo acima do piso, na realidade tratar-se-ia de um confisco HISTÓRICO.
    Não acho muito inteligente essa proposta.

    1. Não falta mais nada, tirar dinheiro dos já ferrados aposentados, se ele quer perder a próxima eleicao8, faça isto. Porque não pega mo dinheiro do fundo eleitoral e dos penduricalhos do executivo, judiciário e legislativo.

      1. Cortar os salários dos políticos, começando pelo dele. Ja pagam salários baixos para os aposentados.
        Cortem gastos com congresso, senado, camara e ministros.
        Isto sobrará $$ para educacso , saúde e renda social..

    2. Pq NÃO confiava os excessos do JUDICIÁRIO E LEGISLATIVO?Esses e poderes NUNCA AJUDAM e agora querem SACRIFICAR QUEM TRABALHOU UMA VIDA TODA,PAGOU SEUS IMPOSTOS,DE UMA FORMA COVARDE,ISSO É UM ABSURDO.

    3. Cortar os salários dos políticos, começando pelo dele. Ja pagam salários baixos para os aposentados.
      Cortem gastos com congresso, senado, camara e ministros.
      Isto sobrará $$ para educacso , saúde e renda social..

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.