Para viabilizar desestatização da Eletrobras, governo cria empresa de energia nuclear

Companhia pública vai gerir bens que não serão vendidos
-Publicidade-
Estatal está em processo de venda
Estatal está em processo de venda | Foto: Arquivo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro criou a Empresa Brasileira de Participações em Energia Nuclear e Binacional (ENBpar). Nascida no domingo 12, a estatal está vinculada ao Ministério de Minas e Energia.

A ENBpar irá assumir os ativos que não serão privatizados no programa de desestatização da Eletrobras, como a Eletronuclear e a Itaipu Binacional. Não foram divulgados detalhes da nova companhia pública.

Segundo o governo, a estatal também terá a missão de gerir contratos de financiamento que utilizem recursos da Reserva Global de Reversão celebrados até 17 de novembro de 2016 e a administração dos bens da Eletrobras.

-Publicidade-

Leia também: “A eletricidade criada pela imaginação”, artigo de Dagomir Marquezi publicado na Edição 76 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro