Governo destina R$ 300 milhões para baratear gás de cozinha

Anúncio de programa social terá a finalidade de subsidiar o preço do insumo para famílias de baixa renda
-Publicidade-
Projeto vai durar 15 meses e modelo está na fase final de estudos | Foto: Aloisio Mauricio/Estadão Conteúdo
Projeto vai durar 15 meses e modelo está na fase final de estudos | Foto: Aloisio Mauricio/Estadão Conteúdo

A Petrobras vai criar um programa social de apoio a famílias em situação de vulnerabilidade. O objetivo é baixar o preço do gás de cozinha. O anúncio foi feito depois da aprovação do Conselho de Administração da estatal.

Cerca de R$ 300 milhões serão investidos por 15 meses. Segundo a petrolífera, os critérios para definir quem terá acesso ao benefício e a busca de parceiros para captação de aportes estão em fase final de estudos.

Ainda há a possibilidade da criação de um fundo, com a finalidade de permitir a participação de outras empresas.

-Publicidade-

O movimento da estatal veio após a companhia ser criticada devido à política de preços atrelada ao mercado internacional.

“A pandemia e todas as suas consequências trouxeram mais dificuldades para as pessoas em situação de pobreza”, comunicou o presidente da Petrobras, general Joaquim Silva e Luna, em nota. “Tal fato alerta a Petrobras para que reforce seu papel social, contribuindo ainda mais com a sociedade.”

Leia também: “Arthur Lira: ‘Brasil não pode tolerar gasolina a quase R$ 7’”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. Há tempos, uma distribuidora propôs encher os botijões num posto de gasolina, por exemplo. Sujeito levava lá o botijão no seu carrinho de mão ou bicicleta, pesava, enchia, pesava, pagava a diferença. Processo seguro. Baratearia mto o custo. Burocracia e interesses, que compram a burocracia, foram contra.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.