Pfizer quer testar vacina que não exige baixa temperatura

Ideia é que uma vacina de armazenamento mais fácil ajude a aumentar a imunização em áreas rurais dos Estados Unidos e em países pobres
-Publicidade-
Laboratório da Pfizer | Foto: Reprodução/Pfizer
Laboratório da Pfizer | Foto: Reprodução/Pfizer

Os laboratórios norte-americano Pfizer e alemão BioNTech planejam iniciar em abril testes para uma vacina contra covid-19 que não precisa ser mantida em baixa temperatura. As informações são da agência de notícias Dow Jones.

Segundo a Pfizer, o teste deve incluir 1.100 adultos entre 18 a 55 anos nos Estados Unidos e deve durar dois meses. Se o imunizante se mostrar seguro e eficaz, a nova formulação pode estar pronta para uso no início do ano que vem.

-Publicidade-

Leia mais: “Carlos Wizard defende a entrada do setor privado na vacinação contra a covid”

A ideia é que uma vacina de armazenamento mais fácil ajude a aumentar a imunização em áreas rurais dos Estados Unidos e em países pobres. O atual imunizante das farmacêuticas precisa ser mantido a -70 ºC.

Vacinas adolescentes

Os laboratórios Pfizer e BioNTech anunciaram na quarta-feira, 31, que a vacina produzida contra a covid-19 tem eficácia de 100% em adolescentes entre 12 e 15 anos. Segundo as empresas, o imunizante gerou respostas “robustas” de anticorpos, “excedendo aquelas registradas anteriormente em participantes vacinados com idade entre 16 e 25 anos”.

Proteção

O efeito da vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19 dura por pelo menos seis meses depois da segunda dose. É o que garantiram as fabricantes do produto nesta quinta-feira, 1°. O estudo foi realizado com 46 mil participantes e analisou 927 casos sintomáticos da doença.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.