Presidente do Conselho Europeu defende acordo com Mercosul: ‘Geopolítica’

António Costa destaca que parceria é estratégica e vai além da questão econômica
-Publicidade-
António Costa
Primeiro-ministro de Portugal, António Costa | Foto: Reprodução/Governo português

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, afirmou nesta quarta-feira, 20, que o acordo da União Europeia com o Mercosul é importante, antes de mais nada, “pela geopolítica da Europa”.

António Costa, que presidirá o Conselho Europeu nos próximos seis meses, defendeu o acordo econômico celebrado com os países sul-americanos.

-Publicidade-

Leia mais: “Embaixador aposta em ‘relação sólida’ do Brasil com os EUA de Biden”

“O Atlântico não pode perder a importância que tem, deixando a nova centralização do mundo incidir no Indo-Pacífico”, disse o português.

O presidente do Conselho Europeu também afirmou que aguarda as conclusões dos estudos sobre o impacto ambiental do acordo.

O acordo comercial foi alcançado em junho de 2019 entre a União Europeia e os países do Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) após duas décadas de negociações.

O tratado deverá entrar em vigor ainda este ano, cabendo agora aos países europeus ratificá-lo.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.