Privatização da Eletrobras será enviada ao TCU no fim de agosto

É o que informou o secretário especial de Desestatização do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord
-Publicidade-
Técnicos do TCU acompanharam desde o início os estudos de privatização da estatal
Técnicos do TCU acompanharam desde o início os estudos de privatização da estatal | Foto: Arquivo/Agência Brasil

O secretário especial de Desestatização, Diogo Mac Cord, informou que os estudos referentes à privatização da Eletrobras serão encaminhados ao Tribunal de Contas da União (TCU) no fim de agosto deste ano. Com a finalidade de agilizar os trabalhos, os técnicos do Ministério da Economia estão em contato com o TCU, de modo a antecipar os detalhes do processo de repasse da estatal à iniciativa privada, segundo Mac Cord.

“Quando os estudos forem ao TCU, não será surpresa aos técnicos que têm acompanhado esse projeto desde o início”, declarou o secretário, em entrevista ao site Poder 360, publicada nesta quinta-feira, 12. O ponto mais complexo do projeto e que tem atenção especial dos técnicos é a separação da Eletrobras das usinas Itaipu Binacional e Eletronuclear, que não serão privatizadas. “Vamos vencer isso para o 1º bimestre do ano que vem”, acrescentou.

Hoje, o projeto sobre a Eletrobras está no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. O TCU tem até 90 dias para analisar os estudos antes da publicação do edital de modo a dar continuação do processo de privatização. “É um projeto complexo porque o TCU tem que aprovar a oferta primária, que é o instrumento que usaremos para perder o controle da Eletrobras e com isso ser privatizada”, disse Mac Cord.

-Publicidade-

Leia também: “O custo da ineficiência”, reportagem publicada na Edição 2 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro