Quem deu piores sinais para economia foi Lula, diz Maílson da Nóbrega

Indagado sobre as perspectivas econômicas para este ano eleitoral, ex-ministro da Fazenda aposta em estagnação
-Publicidade-
Maílson da Nóbrega foi ministro da Fazenda no governo do ex-presidente José Sarney
Maílson da Nóbrega foi ministro da Fazenda no governo do ex-presidente José Sarney | Foto: Jefferson Ruddy/Agência Senado

O candidato à Presidência da República que emitiu os sinais mais preocupantes em relação ao que pretende em seu programa econômico para o país é o petista Luiz Inácio Lula da Silva. A avaliação é do ex-ministro da Fazenda Maílson da Nóbrega, em entrevista ao site da Jovem Pan.

O ex-ministro, que comandou a pasta entre 1988 e 1990, no governo de José Sarney, citou a proposta de Lula e do PT de revogar a reforma trabalhista.

“O candidato que deu os piores sinais até agora foi o Lula. Ele e os seus assessores estão questionando a legislação trabalhista, e retroagir nesta reforma é conspirar contra o Brasil”, disse Maílson.

-Publicidade-

Apesar da preocupação com o discurso de campanha, o ex-ministro da Fazenda aposta que, assim como aconteceu em 2002, quando foi eleito presidente pela primeira vez, Lula terá de fazer sinalizações ao mercado.

Leia também: “Eles estão de volta”, reportagem de Silvio Navarro publicada na Edição 95 da Revista Oeste

“O que vai acontecer é que, com a proximidade das eleições, se ele tiver segurança de que tem nas mãos essa vitória, vai mudar, como fez em 2002”, prevê. “Ele vai escolher um ministro da Economia que seja confiável para o setor privado, sobretudo para os investidores no mercado financeiro. Eu sou capaz de apostar que tudo isso que está sendo dito agora por supostos porta-vozes do Lula vai ser esquecido se ele se eleger, que foi o que aconteceu entre 2002 e 2003.”

Indagado sobre as perspectivas econômicas do Brasil para este ano eleitoral, Maílson da Nóbrega aposta em uma estagnação. “Existem previsões de queda do PIB de 0,5%. Nós estamos esperando aumento de 0,5%. Mas entre menos 0,5% e mais 0,5%, significa que é uma situação de estagnação”, diz.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

13 comentários Ver comentários

  1. Até parece que esse pessoal que passou por governos anteriores, tem moral pra julgar esse governo. Conseguir governar com pandemia e tanta gente jogando contra, não é pra qualquer um. Se tivéssemos mais gente pensando no bem do país, e não em pensando em seus próprios interesses, esse nosso país estaria em outro patamar. Quem não está na situação, torce sempre para que não dê certo.

  2. Quem quer saber o que esse bosta fala de economia? Um dos piores ministros da economia que o Brasil já teve, Ele devia estar esquecido em algum lugar sem opinar sobre economia brasileira.

  3. Quando vejo um bostéu como Mailson o pior sinistro da Fazenda deste país falar sobre economia me dá ânsia de vômito e diarréia … o idiota sou eu ou os desmemoriados? sua verborragia é puro lixo.

    1. Interessante é quem está de fora tem a solução pra tudo principalmente economistas e se esse corrupto ladrão do Lula for eleito,estaremos no rumo certo de se tornamos uma Venezuela,mais essa praga não vai se eleger.

  4. Não adianta querer melhorar o cenário é dar desculpas, o projeto do luladrão pode mudar sim, mas para pior! Será o retrocesso mais criminoso que se tem notícia na história mundial 😠

  5. Que cacife tem essa criatura pra fazer comentário de economia? Se o pt prometer alguma coisa, vai fazer ou não? Ou vai fazer o contrário? Independente de qualquer coisa pt no poder novamente quer dizer perda total.

  6. Esse Mailson da Nóbrega é um petista enrustido. É qual a moral que ele tem pra ficar criticando o Guedes?!
    Esse senhor, quando assumiu a Pasta da economia, no governo Sarney, deparou-se com uma elevada inflação (reconheçamos). Mas, o que fez em contrapartida disso?! Por acaso conseguiu pelo menos reduzir os índices inflacionários?! Ao contrário! Quem viveu a época sabe e se lembra muito bem: o senhor M. Nóbrega fez foi entregar de “presente”, ao seu sucessor, o País à beira de uma hiperinflação. Hipócrita!

  7. Meu Deus do céu, é só dar um google e ver o que este elemento fez qdo foi ministro da economia.
    Hoje qualquer curso a distância forma profissionais mais preparados que estes especialistas.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.