Raízen levanta R$ 6,9 bilhões no maior IPO do ano no Brasil

Empresa chegará à bolsa com valor de mercado de quase R$ 85 bilhões
-Publicidade-
Raízen conseguiu vender o lote suplementar de ações, o que alavancou a oferta em 15%
Raízen conseguiu vender o lote suplementar de ações, o que alavancou a oferta em 15% | Foto: Reprodução

No maior IPO (oferta inicial de ações) deste ano no Brasil até o momento, a Raízen movimentou R$ 6,9 bilhões na B3, segundo informações da agência Reuters. A companhia negociou seus papéis no piso da faixa indicativa, entre R$ 7,40 e R$ 9,60, mas conseguiu vender o lote suplementar de ações, o que alavancou a oferta em 15%.

Levando-se em consideração o lote adicional, a Raízen chegará à bolsa com valor de mercado de quase R$ 85 bilhões.

Leia mais: “Raízen deve chegar à bolsa avaliada em R$ 73 bilhões”

-Publicidade-

Além de a operação ter sido o maior IPO do ano no país, trata-se da segunda maior oferta de ações de 2021 — superada apenas pela oferta subsequente da BR Distribuidora, em julho, na qual a Petrobras vendeu sua participação por R$ 11,3 bilhões nos postos BR.

A Raízen — joint venture entre Shell e Cosan — terá 9,28% de suas ações em circulação. Shell e Cosan, por sua vez, passarão a deter 45,36% da companhia cada uma.

Com informações do jornal O Globo

Leia também: “Pelé anuncia ‘IPO humano’ com venda de cotas de conversa virtual”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.