Reino Unido promove cortes históricos de impostos

Objetivo é tentar salvar a economia e evitar uma recessão
-Publicidade-
O ministro das Finanças do Reino Unido, Kwasi Kwarteng, durante elaboração do pacote de apoio para ajudar a população
O ministro das Finanças do Reino Unido, Kwasi Kwarteng, durante elaboração do pacote de apoio para ajudar a população | Foto: Reprodução/Redes sociais

O Reino Unido anunciou nesta sexta-feira, 23, seu novo plano de crescimento, que inclui o maior pacote de cortes de impostos desde 1970. O movimento é uma tentativa para estimular a economia, em um momento no qual o país sofre com a inflação alta e está prestes a entrar em recessão.

A inflação anual está atualmente em 10%, uma das taxas mais altas desde a década de 1980, o que levou o Banco da Inglaterra (BoE) a elevar ontem as taxas de juros para 2,25%, o nível mais alto desde 2008.

Os cálculos são de que o plano anunciado hoje custe cerca de £ 45 bilhões (cerca de US$ 50 bilhões) aos cofres públicos.

-Publicidade-

Em discurso hoje no Parlamento, o ministro das Finanças, Kwasi Kwarteng, disse que será mantido o imposto de 19% que incide sobre as empresas, em vez de ser praticado um aumento para 25%, como estava previsto.

Ao mesmo tempo, a taxa básica do Imposto de Renda será reduzida de 20% para 19% em abril de 2023 — um ano antes do planejado — com 31 milhões de pessoas recebendo em média £ 170 libras (cerca de US$ 200) a mais por ano.

Um plano para subsidiar as contas de energia custará £ 60 bilhões apenas nos próximos seis meses, disse Kwarteng. O governo prometeu ainda apoio às famílias por dois anos, enquanto a Europa enfrenta uma crise de energia.

O anúncio de Kwarteng derrubou a libra para o menor patamar em quase 40 anos em relação ao dólar. “Nosso plano é expandir o lado da oferta da economia, por meio de incentivos fiscais e reformas”, disse ao Parlamento.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.