Rogério Marinho: ‘Há interessados em investir no saneamento’

Ministro do Desenvolvimento Regional garante que empresários brasileiros e de outros países querem injetar dinheiro no setor
-Publicidade-
O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho | Foto: Tânia Rego/Agência Brasil
O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho | Foto: Tânia Rego/Agência Brasil | O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho | Foto: TÂNIA REGO/AGÊNCIA BRASIL

Ministro do Desenvolvimento Regional garante que empresários brasileiros e de outros países querem injetar dinheiro no setor

rogério marinho
O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho | Foto: TÂNIA REGO/AGÊNCIA BRASIL
-Publicidade-

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, afirmou hoje que a economia do Brasil pós-covid-19 terá bons resultados. Segundo ele, com a aprovação do marco do saneamento básico, empreendedores brasileiros e de fora vão investir no setor.

“Recentemente, estive com 10 embaixadores e todos demonstraram que os empresários de seus países querem pôr dinheiro nesse ramo. Entre os interessados há fundos soberanos e também de pensões”, afirmou Marinho em entrevista à rádio Jovem Pan.

Leia também: “Por onde virá a retomada?”, reportagem publicada na edição n° 12 de Oeste

Conforme noticiou Oeste, a universalização do saneamento deve injetar até R$ 700 bilhões na economia nos próximos 12 anos. “Há certeza de que haverá retorno para os investidores”, garantiu o ministro. “Além disso, o serviço será eficaz para a sociedade”.

Hoje, 35 milhões de brasileiros ainda não têm água tratada. Em suma, essa quantidade representa cerca de 17% da população. Dessa forma, depois da aprovação do marco, a iniciativa privada poderá investir mais numa área há muito dominada por empresas estatais.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comment

  1. Todas as empresas que operam este setor nos estados, são incompetentes e caras. A Compesa de Pernambuco é a pior empresa pública do Estado. Diariamente é bombardeada com críticas nas cartas dos leitores nos principais jornais e nada fazem para mudar esta postura. Com a privatização do setor a coisa irá andar.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site