Rússia critica política de abastecimento da Europa, mas garante fornecimento de gás

Presidente russo afirmou que a estatal do país já aumentou o fornecimento em 10%
-Publicidade-
Putin sugeriu que a crise energética acontece devido às "falhas sistemáticas" praticadas pelos europeus
Putin sugeriu que a crise energética acontece devido às "falhas sistemáticas" praticadas pelos europeus | Foto: Reprodução/Flickr

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira, 13, em conferência de energia realizada em Moscou, que o país pode fornecer todo gás natural de que a Europa precisa. As informações são da agência de notícias Bloomberg.

Putin, porém, criticou o continente por ter criado “falhas sistemáticas” em seu sistema de energia. O presidente da Rússia afirmou que os europeus cometeram um erro ao depender de suprimentos do mercado de curto prazo para preencher suas instalações de armazenamento do insumo, em vez de garantir contratos de longo prazo.

Ainda durante a conferência, Putin afirmou que a Gazprom — estatal de energia russa — já aumentou a oferta de gás em 10% para a Europa.

-Publicidade-

O antigo continente vive uma pressão pela oferta limitada de gás, poucos meses antes do início do inverno, quando o consumo do combustível costuma crescer.

Leia também: “Depois da Evergrande, construtora chinesa corre o risco de dar calote em investidores”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.