Saúde: Dasa realiza oferta de ações e levanta R$ 3,8 bilhões

Empresa teve de baixar o preço em meio a cenário desfavorável
-Publicidade-
O valor da ação ficou em R$ 58
O valor da ação ficou em R$ 58 | Foto: Dasa S.A./Reprodução

Diante de um cenário com investidores mais seletivos e de aversão ao risco, a Dasa, proprietária de mais de trinta marcas e do maior grupo de laboratórios diagnósticos do país, levantou R$ 3,8 bilhões em sua oferta de ações. A transação, realizada na terça-feira 6, representa um “re-IPO”, uma vez que a companhia já tinha 2,5% de suas ações listadas na bolsa e partir de agora, passará a ter liquidez no mercado.

Para conseguir precificar sua oferta, a empresa precisou baixar o preço da ação. A faixa original, que ia de R$ 64,90 para R$ 84,50, foi revista para R$ 56,75 e R$ 60. O valor ficou em R$ 58 por ação, um desconto de 10,6% em relação ao piso inicial.

-Publicidade-

A família Bueno, controladora da companhia, colocou R$ 500 milhões na oferta, noticiou o Brazil Journal. Bradesco BBI, BTG Pactual, Bank of America e Credit Suisse coordenaram a oferta, que também teve a participação de Itaú BBA, Morgan Stanley, Santander e Safra.

Leia também: “Covid-19: crise faz empresas adiarem IPO”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.