-Publicidade-

Setor de calçados deve crescer 19% este ano

Associação calcula que 774 milhões de pares de sapatos serão produzidos
Desempenho do segmento não foi pior graças às medidas de estímulo adotadas pelo governo federal
Desempenho do segmento não foi pior graças às medidas de estímulo adotadas pelo governo federal | Foto: Divulgação/Agência Brasil

A Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) estima que o segmento deve produzir 774 milhões de pares de sapatos este ano. A quantidade representa aumento de 19% em relação a 2020, quando foram fabricados 650 milhões de pares — queda de 28% na comparação com 2019. Conforme a entidade, o setor foi duramente atingido pelas medidas de isolamento social em razão do vírus chinês.

E o desempenho não foi pior graças às medidas de estímulo adotadas pelo governo federal. Destacam-se a suspensão temporária dos contratos de trabalho, a flexibilização da jornada de trabalho e a desoneração da folha de pagamento. Entre outros pontos, a Abicalçados garante que a pauta do ano será a renovação e a ampliação do direito antidumping, aplicado contra calçados importados da China.

Leia também: “21 tendências para 2021”, artigo de Dagomir Marquezi publicado na Edição 41 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês