Tarcísio vai aos EUA e busca atrair investidores para novas concessões

Carteira de projetos apresentada pelo ministro da Infraestrutura terá 19 ativos que devem ser licitados até o fim deste ano
-Publicidade-
O ministro Tarcísio Gomes de Freitas tem uma semana intensa de reuniões nos Estados Unidos
O ministro Tarcísio Gomes de Freitas tem uma semana intensa de reuniões nos Estados Unidos | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, embarcou no sábado 2 para os Estados Unidos, onde terá uma semana intensa de reuniões com potenciais investidores para as novas rodadas de concessões previstas para o último trimestre deste ano e também 2022.

Tarcísio participará de um roadshow de cinco dias em Nova York, onde terá encontros com representantes de fundos como Lazard (com portfólio de mais de US$ 8 bilhões em infraestrutura), BlackRock, GIP e Macquarie.

Leia mais: “Ferrovia em MT terá investimento de até R$ 11 bilhões”

-Publicidade-

A carteira de projetos apresentada pelo ministro terá os 19 ativos que devem ser licitados até o fim deste ano, entre os quais a rodovia Dutra (previsão de quase R$ 15 bilhões de investimento) e a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa).

Leia mais: “Tarcísio volta a defender Ferrogrão e afirma que ativistas não conhecem o projeto”

Também haverá tratativas acerca do leilão de dois terminais de combustíveis do porto de Santos (SP), programado para o dia 19 de novembro (cerca de R$ 950 milhões). Segundo Tarcísio, trata-se da “maior carteira de ativos leiloados no mundo”.

Leia também: “Em ato na Paulista, Tarcísio é aclamado como candidato ao governo de SP”

Em sua conta no Twitter, o ministro da Infraestrutura fez um balanço sobre as concessões já realizadas pelo governo brasileiro e demonstrou otimismo. “Nenhum país fez mais leilões de concessão de aeroportos (34), terminais portuários (29), rodovias (2,5 mil quilômetros) e ferrovias (2,1 mil quilômetros) do que o Brasil nos últimos dois anos e meio. Quem quer investir em infraestrutura no mundo vai ter que olhar o Brasil”, escreveu.

Leia também: “Congonhas e Santos Dumont: governo prepara venda de aeroportos”

Com informações da Exame

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.