Tereza Cristina deve ir à China para negociar retomada de exportação de carne bovina

Doença da 'vaca louca' foi detectada no Brasil, mas não houve nenhum risco ao rebanho
-Publicidade-
Tereza Cristina deve negociar com chineses eventual retomada da exportação de carne bovina do Brasil
Tereza Cristina deve negociar com chineses eventual retomada da exportação de carne bovina do Brasil | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, deve viajar à China nos próximos dias para negociar pessoalmente a possível retirada da suspensão da venda de carne bovina ao país asiático. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 19, em nota do próprio ministério.

De acordo com o comunicado da pasta, Tereza Cristina está aguardando uma resposta da autoridade chinesa. Ainda não há uma data confirmada para o encontro entre a ministra e representantes da área no governo de Pequim.

-Publicidade-

As exportações de carne bovina do Brasil para a China foram suspensas no dia 4 de setembro por causa de uma doença denominada encefalopatia espongiforme bovina (EEB), conhecida como doença da “vaca louca”. O Brasil confirmou ter registrado dois casos da patologia, mas que não causaram risco ao rebanho, segundo avaliação da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

“Nesse mesmo protocolo (entre Brasil e China), não estão definidos os passos para a retomada do comércio. Assim, da forma como está acordado hoje, a decisão cabe à China. A revisão do protocolo, iniciada em 2019, é um dos muitos temas sobre a mesa em negociação entre os dois países”, informou o ministério. “Desde então, temos atendido pronta e tempestivamente todos os pedidos de informação que nos são dirigidos. Além disso, encaminhamos solicitação para reunião técnica, ainda não agendada pelas autoridades chinesas, que alegam estar analisando as informações enviadas.”

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.