Boca de urna será combatida com drones, promete PF

Edição da semana

Em Em 25 out 2020, 19:10

Eleições 2020: boca de urna será combatida com drones

25 out 2020, 19:10

Autoridades vão pilotar equipamentos no dia do pleito

pf e drones x boca de urna nas eleições 2020

Boca de urna será combatida com drones, promete PF | Foto: Divulgação

A Polícia Federal (PF) promete fazer uso de recurso tecnológico na tentativa de inibir a prática de crimes eleitorais, como a boca de urna. Para isso, a corporação informou na quinta-feira, 23, que agentes irão controlar drones no dia 15 de novembro, data do primeiro turno das eleições municipais de 2020.

Leia mais: “Esquerda se une e usa a ‘Folha’ para cobrar debates na TV”

Além da boca de urna, a direção da PF acredita que a presença de drones em “municípios considerados estratégicos” ajudará a prevenir e reprender casos como, por exemplo, transporte irregular de eleitores e roubos de urnas eletrônicas. De acordo com a Agência Brasil, a ideia é contar com mais de 100 drones. Os equipamentos serão espalhados por todos os Estados brasileiros.

“A intenção é que os equipamentos sobrevoem as zonas eleitorais de modo a inibir e flagrar a prática de condutas vedadas nos dias de votação”, destaca a Agência Brasil.

Os drones a serem operados por agentes da PF no dia do povo ir às urnas contará com câmera que, segundo a corporação, é capaz de identificar suspeitos, placas de carros e situações como entregas de santinhos. As imagens registradas pelos equipamentos serão compartilhadas em tempo real com centrais de monitoramento da PF espalhadas pelo Brasil.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 Comentário

  1. Fico a imaginar está reportagem lida daqui a 100 anos m Vamos imaginar que o número de municípios seja o mesmo: 5.570. Caramba, dá 100/5.570 = 0,0018 drones por município. Tem que contar todos, pois cafajestes como Sarney e Alcolumbre se candidatam em locais onde nem a onça bebe água. Dependendo do custo, não adianta nos enganar, medida inócua. Quen é profissa, malandro, não é pego no pão com salame.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O império dos sem-voto

Há cada vez mais pessoas que nunca receberam um único voto na vida, e não têm mandato nenhum, dizendo o que o cidadão deve ou não deve fazer

O mal de roupa nova

O Partido Democrata não esconde as intenções: quer mais coletivismo, menos autonomia dos Estados, maior controle exercido pelo Executivo central e intervenção na economia

A nova Torre de Babel

Ao contrário do mito bíblico, a torre atual está sendo edificada com base na confusão proposital das palavras por indivíduos desprovidos de inteligência e coragem

Segundo turno nupcial

“Ué, você tá torcendo pra mim?” / “Não sei. Estou indeciso”

A imprensa morre no escuro

A atividade que já foi chamada de “quarto poder” escorrega perigosamente para a irrelevância

O resgate de Tocqueville

O desprezo pelo cristianismo, tão comum em meios “progressistas”, representa um perigoso afastamento dos pilares norte-americanos

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês