Bruno Covas sofre baixa na equipe da campanha à reeleição

Edição da semana

Em 23 jul 2020, 13:45

Eleições 2020: Equipe de Bruno Covas sofre baixa

23 jul 2020, 13:45

Tucano denunciado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica deixa time responsável pela campanha à reeleição do atual prefeito de São Paulo

bruno covas - prefeito de são paulo

Bruno Covas é o virtual candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo | Foto: HELOÍSA BALLARINI/SECOM/PMSP

O período eleitoral oficialmente ainda não começou, mas já provoca movimentações nos bastidores do entorno de possíveis candidatos. Na maior cidade do país, por exemplo, o atual prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou nesta quinta-feira, 23, mudança no comando da equipe que trabalhará em sua campanha para a reeleição.

Leia mais: “Justiça manda Alexandre Frota penhorar bens

Então escalado para ser o coordenador da campanha de seu colega de partido, Geraldo Alckmin deixou a função. Baixa que ocorre no momento em que, conforme noticiado por Oeste, o ex-governador e ex-presidenciável tucano foi duplamente denunciado pelo Ministério Público de São Paulo. De acordo com procuradores, ele é suspeito de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

“Ele sai com um patrimônio menor do que tinha quando começou suas atividades”

A confirmação da saída do ex-governador paulista da equipe responsável pela campanha à reeleição do atual prefeito de São Paulo foi feita por Bruno Covas. Em entrevista coletiva, ele registrou sua confiança em Ackmin, que foi quem pediu para se afastar dos trabalhos. “Ele sai com um patrimônio menor do que tinha quando começou suas atividades”, defendeu o prefeito.

bruno covas e geraldo alckmin

Bruno Covas e Geraldo Alckmin | Foto: HELOÍSA BALLARINI/SECOM/PMSP

Apoio interno

Bruno Covas não foi a única figura do PSDB a sair publicamente em defesa de Geraldo Alckmin. Em nota, o secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo e presidente estadual do partido, Marco Vinholi, também demonstrou apoio ao colega. Assim, reiterou “confiança na idoneidade” do ex-governador.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 Comentários

  1. que surpreendente : tucanos ladrões defendendo os tucanos de alto escalão sendo denunciados pela justiça como ladrões também, Enfim todos são ladrões.

    Responder
  2. PSDB e seus corruptos sofisticados.

    Responder
  3. Como o prefeito pode gastar tanto dinheiro público com o vale do Anhangabaú para depois entregar à iniciativa privada? O vale terá fontes que se transformarão em chuveiros para moradores de rua. E ainda derrubaram todas as árvores e o verde que tinha.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O crime acima de todos

Não é que as instituições estejam funcionando mal, ou passando por alguma anomalia — ao contrário, elas são organizadas de maneira a tornar inevitáveis resultados como o que beneficiou André do Rap

O “cancelamento” contra a arte

Caso a sociedade se submeta a essa versão gourmetizada do stalinismo, nossos filhos e netos não terão o que ler, ouvir ou assistir

A segunda onda de hipocrisia

Em que pesem as comprovações de ineficácia dos lockdowns, enganadores como Emmanuel Macron fingem ter um mapa de bloqueio de contágio

Alerta: pesquisas à vista!

Por que as sondagens eleitorais erram tanto, como isso distorce o processo democrático e o que se pode fazer

O capitalismo pode salvar o mundo?

O sistema não é uma ideologia de laboratório, como o comunismo. É uma força viva, dinâmica, que há milênios se aperfeiçoa na satisfação das necessidades humanas

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês