-Publicidade-

Em 75% das capitais brasileiras, eleição será definida no 2º turno

Apenas 7 capitais decidiram a disputa no primeiro turno
Prefeitos defendem que as eleições ocorram em outubro | Roberto Jayme/Ascom/TSE
Prefeitos defendem que as eleições ocorram em outubro | Roberto Jayme/Ascom/TSE | Prefeitos eleições

Apenas 7 capitais decidiram a disputa no primeiro turno

Prefeitos eleições
Urna eletrônica em uso | Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE

A disputa eleitoral para prefeitos em 2020 se estenderá para o segundo turno em 18 das 25 capitais brasileiras que realizaram a primeira votação no último domingo, 15. Macapá (AP) foi a única capital estadual que não participou da disputa, pois teve o pleito suspenso em razão da insegurança causada pelo apagão que aconteceu na primeira semana de novembro.

O MDB é o partido com mais candidatos que seguem na disputa para o segundo turno, com oito concorrentes; Podemos, PP, PSDB e Republicanos têm três candidatos cada um; PDT, PSB, Psol e PT têm dois; e Avante, Cidadania, DEM, Patriota, PCdoB, Pros, PSD e Solidariedade, apenas um.

Leia também: “São Paulo confirma ocaso do ‘lulopetismo’ e reorganização da esquerda”

As decisões em primeiro turno ocorreram apenas em sete capitais. Em seis delas, Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Natal (RN) e Palmas (TO), os prefeitos foram reeleitos. A única exceção foi Salvador, onde o prefeito Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM) conseguiu eleger como sucessor Bruno Reis (DEM) — que era seu vice desde 2016.

Confira os candidatos das capitais com segundo turno confirmado

  • Aracaju (SE): Edvaldo (PDT) e Delegada Danielle (Cidadania)
  • Belém (PA): Edmilson (Psol) e Delegado Federal Eguchi (Patriotas)
  • Boa Vista (RR): Arthur Henrique (MDB) e Ottaci (Solidariedade)
  • Cuiabá (MT): Abílio (Podemos) e Emanuel Pinheiro (MDB)
  • Fortaleza (CE): José Sarto (PDT) e Capitão Wagner (Pros)
  • Goiânia (GO): Maguito Vilela (MDB) e Vanderlan Cardoso (PSD)
  • João Pessoa (PB): Cícero Lucena (PP) e Nilvan (MDB)
  • Maceió (AL): Alfredo Gaspar Mendonça (MDB) e João Henrique Caldas (PSB)
  • Manaus (AM): Amazonino Mendes (Podemos) e David Almeida (Avante)
  • Porto Alegre (RS): Sebastião Melo (MDB) e Manuela D’Ávila (PCdoB)
  • Porto Velho (RO): Hildon Chaves (PSDB) e Cristiane Lopes (PP)
  • Recife (PE): João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT)
  • Rio Branco (AC): Tião Bocalom (PP) e Socorro Neri (PSB)
  • Rio de Janeiro (RJ): Eduardo Paes (DEM) e Marcelo Crivella (Republicanos)
  • São Luís (MA): Eduardo Braide (Podemos) e Duarte Junior (Republicanos)
  • São Paulo (SP): Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (Psol)
  • Teresina (PI): Dr. Pessoa (MDB) e Kleber Montezuma (PSDB)
  • Vitória (ES): Delegado Pazolini (Republicanos) e João Coser (PT)

Veja os prefeitos de capitais reeleitos no primeiro turno

  • Alexandre Kalil (PSD), Belo Horizonte (MG)
  • Marquinhos Trad (PSD), Campo Grande (MS)
  • Rafael Greca (DEM), Curitiba (PR)
  • Gean Loureiro (DEM), Florianópolis (SC)
  • Álvaro Dias (PSDB), Natal (RN)
  • Cinthia Ribeiro (PSDB), Palmas (TO)

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês