Em setembro, importação de arroz pelo Brasil dispara - Revista Oeste

Edição da semana

Em 15 set 2020, 08:30

Em setembro, importação de arroz pelo Brasil dispara

15 set 2020, 08:30

Compras cresceram em meio a expectativas de que o governo isentaria de tarifa uma cota

em setembro

Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Até a segunda semana deste mês, as importações de arroz com ou sem casca pelo Brasil aumentaram fortemente na comparação com a média diária registrada no mesmo período de 2019, conforme o Ministério da Economia. A alta vem na esteira de preços recordes no mercado nacional que levaram o governo a isentar de tarifas, na semana passada, uma cota de 400 mil toneladas para compras externas. A média das aquisições de “arroz com casca, paddy ou em bruto” disparou 310,9%, para 864,3 toneladas ao dia, enquanto os preços de importação atingiram US$ 337,3 por tonelada, alta de 27,52%. No total, a importação desse tipo de arroz no acumulado do mês até a segunda semana somou 6,9 mil toneladas (superando as 4,4 mil toneladas de setembro de 2019).

Já as importações de arroz “sem casca ou semielaborado, polido, glaceado, quebrado, parbolizado ou convertido” somaram 3,3 mil toneladas ao dia, alta de 14,74% ante a média do mesmo mês do ano passado. Dessa forma, acumulando um total de 26,7 mil toneladas até a segunda semana. As importações cresceram em meio a expectativas de que o governo poderia isentar de tarifa uma cota. E diante de preços recordes no mercado nacional acima de R$ 100 a saca de 50 quilos no Rio Grande do Sul, conforme indicador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, valor que representa mais que o dobro do observado no mesmo período do ano passado, informou a agência de notícias Reuters.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Supremas safadezas

Como os ministros do Pretório Excelso, o promotor da minha infância se julgava onipresente, onisciente e onipotente

A Suprema Corte e o abuso do poder

Quando juízes se tornam “superlegisladores”, as instituições se fragilizam e a sociedade perde a fé no sistema democrático

David Hume cancelado

Está em curso uma espécie de eugenia intelectual que conta com a simpatia ou covardia de reitores e professores de prestigiadas universidades internacionais

Vacina contra ditadura

Na ONU, Trump fez o que todo mundo com juízo deveria ter feito — e não fez, sabe-se lá por que mistério das escrituras empáticas

Alerta: pesquisas à vista!

Por que as sondagens eleitorais erram tanto, como isso distorce o processo democrático e o que se pode fazer

E chegamos à era dos ciborgues

Teremos nosso potencial mental multiplicado e nossas ações serão, literalmente, rápidas como o pensamento. O que faremos com esse novo poder?

Os intelectuais e a sociedade

Intelectuais ignoram que há mais sabedoria na população em geral do que num indivíduo qualquer, por mais inteligente que ele seja

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Revista Oeste — Edição 27 — 25/09/2020

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês