Embraer e EDP buscam tornar avião elétrico uma realidade

Edição da semana

Em Em 20 nov 2020, 20:45

Embraer e EDP buscam tornar avião elétrico uma realidade

20 nov 2020, 20:45

Testes em solo já têm ocorrido na Unidade da Embraer em Botucatu, no interior de São Paulo

Foto: Reprodução/Embraer

A Embraer e a EDP Brasil anunciaram nesta sexta-feira, 20, parceria para o desenvolvimento de um avião elétrico. O protótipo tem o primeiro voo previsto para 2021.

Multinacional de origem portuguesa, a EDP anunciou um aporte financeiro para a aquisição de tecnologia 100% elétrica para armazenamento e recarga da aeronave.

Leia mais: “Aviação no Brasil deve recuperar 80% de seu movimento em dezembro”

O vice-presidente de Engenharia e Estratégia Corporativa da Embraer, Luís Carlos Affonso, comemorou o acordo e disse que a empresa é uma das brasileiras que mais estimulam redes globais de conhecimento que permitem um significativo aumento de competitividade do país.

O presidente da EDP no Brasil, Miguel Setas, ressaltou que a parceria contribui para posicionar o Brasil como um player de ponta nesse mercado.

Os testes em solo têm ocorrido na Unidade da Embraer em Botucatu, no interior de São Paulo, em preparação para o primeiro voo, que acontecerá na unidade da Embraer em Gavião Peixoto.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. Nada contra o uso de “novas fontes” de energia. As aspas se referem a que de nada tem de novo, pois para carregar as baterias de qualquer veículo ou aeronave, como no caso, precisará de outra fonte de energia que poderá ser de origem hidrelétrica ou de conjunto gerador movido a diesel. Agora vamos ao caso da fonte ser de origem hidroelétrica: Já pensaram se essa moda pega? O que visualizo no futuro é que teremos constantes apagões de energia pois entrarão na conta, esses dispositivos que atualmente são movidos por energia de combustível fóssil. Pois se já tem o avião agrícola movido a álcool, então para que inventar essas bobagens? Parece mesmo coisa de português.

    Responder
    • E mais: Sempre há perda de energia nessas transferências de um modo para outro, exemplo: Se se usa um gerador de X (kw) movido a diesel para carregar essa bateria, teremos uma quantidade Y (kw) acumulada na bateria, seguramente e com certeza, inferior ao X (kw) originais do conjunto gerador. Grandes coisas, não é? Agora multipliquem isso daí, e aí terão o resultado desses desperdício.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Um caso de amor com a tirania

Na França, é cada vez mais evidente o namoro com o autoritarismo sob o disfarce da racionalidade, da competência administrativa, do bem comum, da justiça social

O custo e o valor de ser ‘contrariador’

Prêmios como o ‘Contrarian Prize’ servem para aplacar o medo que muitos têm de se manifestar em defesa daquilo em que acreditam e assim reduzir o poder social do cancelamento cultural

Mentir e trancar é só começar

“Se você começar a proibir aglomeração em ônibus, vai faltar povo pra abastecer a quarentena vip, né?” / “Aí você captou tudo. Vidas doces importam”

O culto à ignorância

Valorizar a educação formal e a cultura clássica virou preconceito elitista, um mau sinal para o futuro

Não é erro, é viés!

Não é uma tese conspiratória imaginar que há, sim, esquema nas pesquisas. Essa é uma possibilidade plausível

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

O ex-mártir

O ex-mártir

"O antigo santo da luta anticorrupção, bandido para a esquerda e traidor para os bolsonaristas é um homem como qualqu...
A descoberta do ano

A descoberta do ano

"Desde o primeiro caso de covid-19, boa parte dos políticos viram na epidemia uma belíssima oportunidade para tirar pr...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Revista Oeste — Edição 37 — 04/12/2020

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês