Empresário ligado a Serra fecha acordo de delação com PGR

Edição da semana

Em Em 27 nov 2020, 07:20

Empresário ligado a Serra fecha acordo de delação com PGR

27 nov 2020, 07:20

Fundador da Qualicorp supostamente pagou R$ 5 milhões via caixa dois à campanha do tucano ao Senado, em 2014

empresário ligado a serra

Segundo a Justiça, Seripieri conseguiu benefícios tributários às empresas de convênio | Foto: José Cruz/Agência Brasil

O fundador da Qualicorp, José Seripieri Filho, firmou delação premiada com a Procuradoria-Geral da República, na quinta-feira 26. Contudo, para ter validade, o Supremo Tribunal Federal tem de confirmar o acordo porque Seripieri citou pessoas com foro privilegiado. A decisão caberá ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato. O empresário foi preso em julho deste ano, no âmbito da Operação Paralelo 23 da Polícia Federal, que investiga suposto esquema de caixa dois na campanha de José Serra (PSDB-SP) ao Senado, em 2014.

Conforme a força-tarefa da Lava Jato de São Paulo, Seripieri fez pagamentos não contabilizados ao tucano no valor de R$ 5 milhões. Em 4 de novembro, Serra e os empresários José Seripieri Filho, da Qualicorp, Mino Mattos Mazzamati e Arthur Azevedo Filho se tornaram réus na Justiça Eleitoral de São Paulo. O grupo é acusado de caixa dois, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Além disso, Seripieri entregou documentos relatando pagamentos indevidos a políticos, para conseguir benefícios às companhias de planos de saúde.

Leia também: “Serra e empresário estão no topo da cadeia criminosa de caixa 2, aponta PF”

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. Será que o vampiro vai suar agora?

    Responder
  2. De repente o Gilmar Boca de Sapo Mendes, em mais uma decisão monocrática, encerrará o caso e o José Simpson Serra continuará a viver sua vida de rei. Meu Brasil brasileiro.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O partido contra o Brasil

Ninguém ainda descobriu no planeta um jeito tão eficaz de concentrar renda quanto a fórmula usada para administrar as contas públicas no país

A paciência acabou

Os brasileiros começam a reagir à cassação dos direitos individuais

O ataque

A baderna no Capitólio é mais um sintoma da crise da democracia do que a causa de novos problemas

Eficácia

“Você demorou muito a comprar. Eficácia depende de rapidez” / “Poxa… Se eu soubesse teria comprado mais rápido. Ando muito dispersivo”

O culto à ignorância

Valorizar a educação formal e a cultura clássica virou preconceito elitista, um mau sinal para o futuro

Como surgiu o novo coronavírus?

A resposta mais provável, até o momento: o vírus teve origem em pesquisas com manipulação genética no Instituto de Virologia de Wuhan

Globalistas assanhados com Biden

Eles não costumam viver de fatos, apenas de narrativas. Adotam a visão estética de mundo, e por isso a ONU é seu maior símbolo

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês