Estatal argentina quer suspender contrato de milhares de funcionários - Revista Oeste

Em 1 jun 2020, 16:28

Estatal argentina quer suspender contrato de milhares de funcionários

1 jun 2020, 16:28

Aerolíneas Argentinas  quer negociar com os sindicatos a suspensão do contrato de pelo menos 8 mil trabalhadores

Aerolíneas - Argentinas - suspensão - contratos

Foto: Andrzej Otrębski/Wikimedia

Empresa estatal de aviação argentina, a Aerolíneas Argentinas quer negociar com os sindicatos a suspensão do contrato de milhares de funcionários até agosto. A receita da principal empresa aérea do país teve uma queda de 97% desde o início da pandemia.

A companhia anunciou que iria continuar pagando os direitos trabalhistas e uma pequena ajuda de custo durante esses dois meses, informou a agência Reuters. A empresa quer suspender o contrato de pelo menos 8 mil de seus 12 mil funcionários.

Veja também: “As duas maiores empresas aéreas da Argentina vão se fundir”

O dinheiro economizado, informa a empresa, seria utilizado para a manutenção e o reparo das aeronaves, que estão em sua maioria completamente paradas.

Fontes ouvidas pela agência de notícias britânica afirmam que a Aerolíneas adiou pagamentos e está renegociando débitos com fornecedores e com bancos argentinos e brasileiros.

Mais: “Decisão de fechar aeroporto pode acabar com as low cost na Argentina”

 

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 Comentário

  1. Podem ficar tranquilos porque a Argentina esta muito bem administrada. kkkk

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias