EUA: Carlos Ghosn transferiu dinheiro para suposto mentor de fuga

Em 8 jul 2020, 16:17

EUA: Carlos Ghosn transferiu dinheiro para suposto mentor de fuga

8 jul 2020, 16:17

Transferência parece ser o primeiro elo concreto entre o ex-executivo e os supostos orquestradores de sua fuga

Carlos Ghosn

Ex-presidente da Nissan, Carlos Ghosn | Foto: Flickr/Gobierno Aguascalientes

Documentos judiciais dos Estados Unidos indicam que o ex-presidente da Nissan, Carlos Ghosn fez pagamentos na ordem de US$ 862.000 a uma empresa ligada à uma família que o teria a fugir do Japão.

Segundo reportagem do jornal Financial Times nesta quarta-feira, 8, as transferências de dinheiro foram feitas dois meses antes de Ghosn escapar de Tóquio para Beirute no fim do ano passado.

Em maio, dois homens foram presos em Boston, acusados ​​de ajudar empresário de origem brasileira.

Os supostos mentores da fuga seriam, Michael Taylor, 59, e seu filho Peter, de 27 anos, que questionam possível extradição para o Japão.

Este parece ser o primeiro elo concreto entre o ex-executivo e os supostos orquestradores de sua fuga.

LEIA TAMBÉM: Diretor do FBI diz que China quer se tornar a ‘única superpotência mundial’

Os documentos também marcam a primeira vez que qualquer valor financeiro foi atribuído ao custo da operação, embora especialistas em segurança acreditem que o preço total teria sido significativamente maior.

A fuga cinematográfica de Ghosn do Japão ocorreu vários meses antes de ele ser julgado por acusações de má conduta financeira, alegações que ele nega, mas que provocaram a queda da maior aliança automotiva do mundo.

Ghosn liderou a Nissan por quase duas décadas antes de sua prisão em 2018. Os representantes de Ghosn se recusaram a comentar.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. Deveriam ser inocentado . Salvou da falencia tanto a Nissan como a Renaut salvando milhares de pessoas do desemprego. Seu inquerito foi orquestrado pelo governo japones atraves da traição e inveja de um dos executivos da Nissan.

    Responder
    • Obrigado por comentar, Ivan! Um abraço e continue nos acompanhado!

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias