Ex-petista (atual Psol) abre a corrida dos crimes eleitorais? - Revista Oeste

Edição da semana

Em 30 set 2020, 21:28

Ex-petista (atual Psol) abre a corrida dos crimes eleitorais?

30 set 2020, 21:28

Depois de gravar um vídeo entre plantas cujas folhas lembram as de maconha, candidato terá de se explicar à Justiça

Ad

André Barros | Imagem retirada de vídeo de campanha

Mal começou a disputa eleitoral de 2020 e um André Barros já conseguiu ser convocado pela Justiça para prestar esclarecimentos. Ex-petista, o advogado, que hoje está filiado ao Psol e disputa uma vaga para o cargo de vereador na cidade do Rio de Janeiro, conseguiu a façanha com menos de cinco dias de campanha.

Leia também “O ocaso do lulismo”, reportagem publicada na edição n°25 da Revista Oeste

O problema, no entanto, não foi desvio de dinheiro público — crime pelo qual são acusados vários integrantes de seu antigo partido. Barros resolveu gravar um vídeo de campanha cercado por plantas que, se não são, parecem muito pés de maconha, usando frases bastante sugestivas. “Baseado na sua consciência, baseado na sua mente, aperta 50420”, diz o candidato. “Cinquenta do sol e quatro e vinte da planta. Depois não esquece, confirma. Aperta de novo o verde.”

O motivo da convocação é a “alusão à valorização e consumo de drogas”, segundo o Ministério Público Eleitoral. Barros também afirma no vídeo que é advogado da marcha da maconha. Longe de ser um novato, ele concorreu em todas as campanhas desde de 2006, mas nunca foi eleito.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. É a cara do PSOL. Um partido minúsculo que se não existisse, não faria falta nenhuma. Acrescenta ZERO ao país.

    Responder
  2. Tá de larica, tá, tá tá!

    Tá de larica, tá, tá tá tá tá!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês