Explosão no Líbano deixa mais de 60 mortos - Revista Oeste

Em 4 ago 2020, 18:00

Explosão no Líbano deixa mais de 60 mortos

4 ago 2020, 18:00

E ainda há milhares de feridos, afirmam autoridades

explosão no líbano

Foto: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Explosão na zona portuária de Beirute, a maior cidade e capital do Líbano, deixou ao menos 63 mortos até o momento, além de milhares de feridos. É o que informou nesta tarde o ministro da Saúde do país, Hamad Hassan.

Leia mais: “Material ‘altamente explosivo’ provocou acidente no Líbano”

De acordo com o ministro, o acidente foi responsável por deixar mais de 3 mil feridos. Os números, contudo, ainda não são consolidados. De acordo com informações publicadas por agências internacionais, as autoridades do Líbano seguem se organizando em relação ao cenário pós-explosão. Dessa forma, o número de mortos e feridos está sendo atualizado no decorrer da tarde.

O primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, disse que vai punir os responsáveis pela explosão. “Prometo a você que essa catástrofe não passará sem responsabilidade. As pessoas responsáveis pagarão o preço”, disse. Mas, por ora, não há registros de suspeitos.

Nesse sentido, ele decretou luto oficial e convocou reunião com autoridades militares. Diab foi, assim, na contramão do que foi dito pelo diretor de Segurança local. Segundo Abbas Ibrahim, a explosão teria sido provocada por material confiscado pelo governo e mantido em um armazém.

Mais: “Imagens registram explosão no Líbano”

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Coronavírus

Revista Oeste — Edição 27 — 25/09/2020

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês