Facebook mantém vídeo em que Bolsonaro toma hidroxicloroquina

Edição da semana

Em Em 8 jul 2020, 16:05

Facebook mantém vídeo em que Bolsonaro toma hidroxicloroquina

8 jul 2020, 16:05

Há três meses, rede social tirou do ar vídeo em que presidente brasileiro defendia uso do medicamento, parte do protocolo contra covid-19

jair bolsonaro, hidroxicloroquina, facebook, vídeo, censura,

Bolsonaro: contra a censura do Facebook, a melhor evidência é o estado de saúde do próprio presidente | Foto: Reprodução/Facebook

Desta vez, o Facebook teve de se curvar às evidências: ao tomar sua terceira dose de hidroxicloroquina, o presidente Jair Bolsonaro fez um vídeo:

Ao contrário do que aconteceu há três meses, quando retirou a publicação em que o presidente defendia o medicamento do ar, a rede social se viu obrigada a mantê-la.

O vídeo já contabiliza mais de 5 milhões de visualizações e é o terceiro mais visto da página do presidente este ano.

Em março, o  Facebook apagou um dos vídeos publicados pelo presidente declarando que a publicação violava as regras de uso da plataforma por potencialmente “colocar as pessoas em maior risco de transmitir covid-19”.

Um porta-voz confirmou que o Facebook e o Instagram optaram por excluir o vídeo em que o presidente conversava com um vendedor ambulante, porque segundo a empresa, são retirados da plataforma conteúdos “que violem nossos Padrões da Comunidade, que não permitem desinformação que possa causar danos reais às pessoas”.

Na publicação, Bolsonaro afirmava: “Eles querem trabalhar. É o que eu tenho falado desde o começo”, defendendo o fim do confinamento social imposto por governadores e prefeitos.

O presidente continuava: “Aquele remédio lá, hidroxicloroquina, está dando certo em tudo o que é lugar”.

Além do Facebook e do Instagram, o Twitter e o YouTube também excluíram o vídeo.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 Comentários

  1. Vão falando aí, tá ok!!?

    Responder
  2. Maia de cinco.milhoes de visualização…imoressionabte como o presidente é popular. Não tem pra ninguem

    Responder
  3. Tudo vai dar certo Presidente. Saúde, coragem e perseverança para melhorar o nosso país. Estamos juntos e rezando pelo senhor. Fechado com Bolsonaro.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Um caso de amor com a tirania

Na França, é cada vez mais evidente o namoro com o autoritarismo sob o disfarce da racionalidade, da competência administrativa, do bem comum, da justiça social

A obsessão da imprensa por Donald Trump

Com o único propósito de ser anti-Trump, a mídia não saberá o que fazer se não puder culpar o bufão laranja por todo o mal que eventualmente venha a acontecer

O Guevara da Daslu

Faça como Doria. Pare diante do espelho, fale meia dúzia de clichês do humanismo de butique e note que você também tem um corpinho de centro-esquerda

A China e a fábula dos pardais

Enquanto o discurso ambientalista foca a Amazônia e as mudanças climáticas, a China segue com suas práticas predatórias e não assume responsabilidades

O gênio e o mito

Maradona não deveria ser uma referência moral para ninguém. Mas é um equívoco não homenageá-lo por seu futebol-arte

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

O que é o projeto BR do Mar?

O que é o projeto BR do Mar?

Texto tramita em regime de urgência na Câmara dos Deputados e pode ser votado a qualquer momento no plenário...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês