Faculdade desmente Boulos e nega vínculo dele com instituição - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 30 out 2020, 14:40

Faculdade desmente Boulos e nega vínculo dele com instituição

30 out 2020, 14:40

Líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto e candidato a prefeito de São Paulo afirmou que leciona na Fespsp

guilherme boulos - tre-sp - wagner moura

Guilherme Boulos é o candidato do Psol à prefeitura de São Paulo
Foto: Reprodução/Instagram

A Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (Fespsp) desmentiu o candidato à prefeitura da capital paulista Guilherme Boulos (Psol), ao negar que ele ainda tenha vínculos com a instituição, informou o jornal Folha de S.Paulo. Em um vídeo de campanha publicado nas redes sociais, o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto afirmou que dá aulas na faculdade. A Fespsp confirmou que Boulos lecionou em dois cursos de curta duração no ano passado. Contudo, salientou que, desde novembro de 2019, não há mais vínculo formal com ele. A assessoria de imprensa de Boulos garante que ele ministraria novo curso neste ano, porém os planos foram cancelados em razão da pandemia.

Leia também: “Campanha de Boulos para prefeito já é mais cara que a de Bolsonaro para presidente”

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

11 Comentários

  1. O que esse bossal analfabeto tem para ensinar para alguém ?

    Responder
    • Esse é trampa em tudo. Primeiro, não é trabalhador, é vagabundo. Segundo, não é sem teto, e até é de bom berço. Agora imita o chefe, que recebia por palestras que não dava, e recebe por aulas que não dá.

      Responder
    • Ele ensina o que mesmo? Invadir propriedades alheias, destruir fazendas e tocar o terrorismo?

      Responder
    • HAHAHAHA, chama de analfabeto mas escreve boSSal.

      Responder
  2. Pernostico

    Responder
  3. Só Jumento para ser aluno desse idiota esquerdopata.

    Responder
  4. E só Jegue p/votar nesse parasita comunista.

    Responder
    • Além do tudo ,tem cara de quem não toma banho .

      Responder
  5. Eu não sabia que ensinar invasão de propriedade alheia, precisava de curso superior. Os seguidores desse bandido são um bando de imbecis e escroques.

    Responder
    • Esse cara só pode ser professor de ociosidade, certamente catedrático.

      Responder
  6. O senhor Boulos já disse uma das maiores asneiras que tive oportunidade de ouvir! Foi no episódio da prisão de seu líder espiritual, que somente se consumou ao fim de um dia inteiro de protelações por parte da criatura mais honesta do planeta, apoiado por uma multidão de crédulos. Boulos disse na ocasião, com todas as letras, “vamos vencer o Moro pelo cansaço” !!!!!????? como se fosse possível deixar de se cumprir uma ordem judicial porque o juiz cansou de esperar!!!???? E pensar que ainda exista que dê seu voto a ele !!!???

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O império dos sem-voto

Há cada vez mais pessoas que nunca receberam um único voto na vida, e não têm mandato nenhum, dizendo o que o cidadão deve ou não deve fazer

O mal de roupa nova

O Partido Democrata não esconde as intenções: quer mais coletivismo, menos autonomia dos Estados, maior controle exercido pelo Executivo central e intervenção na economia

A nova Torre de Babel

Ao contrário do mito bíblico, a torre atual está sendo edificada com base na confusão proposital das palavras por indivíduos desprovidos de inteligência e coragem

Segundo turno nupcial

“Ué, você tá torcendo pra mim?” / “Não sei. Estou indeciso”

A imprensa morre no escuro

A atividade que já foi chamada de “quarto poder” escorrega perigosamente para a irrelevância

O resgate de Tocqueville

O desprezo pelo cristianismo, tão comum em meios “progressistas”, representa um perigoso afastamento dos pilares norte-americanos

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês