-Publicidade-

Veja como cada senador votou no PL das fake news

Senado aprovou nesta terça, 30, o PL das fake news por 44 votos favoráveis; Oeste fez uma lista de como votou cada senador

Senado aprovou nesta terça, 30, o PL das fake news por 44 votos favoráveis e 32 contrários; Oeste fez uma lista de como votou cada senador

Como votou fake news
Painel de presença do Senado |
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O Senado aprovou nesta terça-feira, 30, o projeto de Lei 2630/2020, apelidado de PL das fake news. Ao todo, 44 senadores foram favoráveis ao texto enquanto 32 rejeitaram a medida. Agora, a proposta seguirá para a Câmara dos Deputados.

A votação ocorreu após um grande acordo entre os líderes e o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Para atender as demandas dos parlamentares, o relator da proposta, Ângelo Coronel (PSD-BA), promoveu diversas alterações no projeto original do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE).

Entre as mudanças, Ângelo Coronel excluiu a exigência de celular e documento de identidade para abrir contas em redes sociais. Este ponto era criticado pelo potencial de excluir o acesso digital de pessoas que não têm conta de celular. Foi mantida a exigência de conta no celular para acessar o WhatsApp e Telegram, no entanto.

Também foi excluída a exigência de as plataformas manterem um banco de dados no Brasil. Esta exigência era criticada pelas empresas. Contudo, o ponto foi retirado sob a condição de que as plataformas acessem do Brasil os dados para atender ordem judicial, o que não ocorre hoje.

Além disso, o senador também manteve a exigência de que as empresas de telecomunicações enviassem uma lista mensal para o WhatsApp e Telegram de celular cancelados.

Veja quem foi favorável

  • Sérgio Petecão (PSD-BA)
  • Lucas Barreto (PSD-AP)
  • Randolfe Rodrigues (Red-AP)
  • Eduardo Braga (MDB-AM)
  • Omar Aziz (PSD-AM)
  • Ângelo Coronel (PSD-BA)
  • Jaques Wagner (PT-BA)
  • Otto Alencar (PSD-BA)
  • Cid Gomes (PDT-CE)
  • Tasso Jereissati (PSDB-CE)
  • Fabiano Contarato (Rede-ES)
  • Rose de Freitas (Podemos-ES)
  • Eliziane Gama (Cidadania-MA)
  • Weverton Rocha (PDT-MA)
  • Carlos Fávaro (PSD-MT)
  • Jayme Campos (DEM-MT)
  • Wellington Fagundes (PL-MT)
  • Nelsinho Trad (PSD-MS)
  • Simone Tebet (MDB-MS)
  • Antonio Anastasia (PSD-MG)
  • Rodrigo Pacheco (DEM-MG)
  • Daniella Ribeiro (PP-PB)
  • José Maranhão (MDB-PB)
  • Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB)
  • Jader Barbalho (MDB-PA)
  • Paulo Rocha (PT-PA)
  • Humberto Costa (PT-PE)
  • Jarbas Vasconcelos (MDB-PE)
  • Ciro Nogueira (PP-PI)
  • Marcelo Castro (MDB-PI)
  • Jean Paul Prates (PT-RN)
  • Paulo paim (PT-RS)
  • Acir Gutgacz (PDT-RO)
  • Confúcio Moura (MDB-RO)
  • Marcos Rogério (DEM-RO)
  • Chico Rodrigues (DEM-RR)
  • Mecias de Jesus (Republicanos- RR)
  • Telmário Mota (Pros-RR)
  • Dário Beger (MDB-SC)
  • Alessandro Vieira (Cidadania-SE)
  • Maria do Carmo (DEM-SE)
  • Rogério Carvalho (PT-SE)
  • Irajá (PSD-TO)
  • Kátia Abreu (PP-TO)

Veja quem votou contra

  • Mailza Gomes (PP-AC)
  • Marcio Bittar (MDB-AC)
  • Fernando Collor (Pros-AL)
  • Rodrigo Cunha (PSDB-AL)
  • Plínio Valério (PSDB-AM)
  • Eduardo Girão (Podemos-CE)
  • Izalci Lucas (PSDB-DF)
  • Leila Barros (PSB-DF)
  • Reguffe (Podemos-DF)
  • Marcos do Val (Podemos-ES)
  • Jorge Kajuru (Cidadania-GO)
  • Luiz do Carmo (MDB-GO)
  • Vanderlan Cardoso (PSD-GO)
  • Roberto Rocha (PSDB-MA)
  • Soraya Thronicke (PSL-MS)
  • Carlos Viana (PSD-MG)
  • Álvaro Dias (Podemos (PR)
  • Oriovisto Guimarães (Podemos-PR)
  • Zequinha Marinho (PSC-PA)
  • Fernando Coelho (MDB-PE)
  • Elmano Férrer (Podemos-PI)
  • Arolde de Oliveira (PSD-RJ)
  • Flavio Bolsonaro (Republicanos-RJ)
  • Romário (Podemos-RJ)
  • Styvenson Valentin (Podemos-RN)
  • Zenaide Maia (Pros-RN)
  • Lasier Martins (Podemos-RS)
  • Luiz Carlos Heinze (PP-RS)
  • Esperidião Amin (PP-SC)
  • Jorginho Mello (PL-SC)
  • Major Olimpio (PSL-SP)
  • Eduardo Gomes (MDB-TO)

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

28 comentários

  1. A PRÓPRIA ORCRIM DO SENADO. TEM UM DETALHE, O FEITIÇO VAI SE VOLTAR CONTRA ELES!! Quem mais publicam as FAKE NEWS nas redes, senão a própria imprensa militante e os militantes da esquerda??
    VÃO QUERER TRANSFORMAR AS MENTIRAS DELES EM VERDADES?? COMO?

    1. Cadê a lista dos faltosos ❓
      Os que faltaram a uma votação Virtual ??? como o Senador por Alagoas Renan Calheiros …
      Onde estava ??? Escondido num banheiro ????❓

    1. No meu Estado, Rio de Janeiro, nossos senadores votaram CONTRA, nos Estados em que os senadores votaram A FAVOR, eleitores têm que EXCLUIR esses traidores dos brasileiros da vida pública!?

    2. Vamos fazer campanha em MASSA, para derrubar todos candidatos, parentes, amigos, colegas, e quem estiver próximos a eles, um a um. Ninguém destes jamais ganhará eleições ou qualquer privilégio. Podem aguardar o Povo Brasileiro, com “ENORMES TROFÉUS DE POLÍTICOS PODRES”.

    1. Não nos esqueceremos dos nomes dos que votaram a favor da censura!!!! Vamos manter estes nomes nas nossas cabeças e nunca mais votar nestes canalhas!!!!

  2. Wesley, gostaria q apontasse onde precisa moderação. Houve coerência na votação. Eu tbm votei c o grupo MUDA SENADO MUDA BRASIL Está moderado.

  3. Hora de fazermos as mudanças e as mudanças que o Brasil precisa e o povo busca é retirar da vida publica todos esses canalhas que votam contra o nosso povo! Não votem Dem ptpsol pp psd psdb mdb pdt Rede pcdob e outros vamos comecar a limpeza nos veriadores e prefeitos!!!

    1. Concordo com você. Fizemos de tudo para elegê-los e esse é o prêmio que recebemos deles. Haverá outras eleições.

  4. Ajudei a eleger o senador Anastasia e pensava que o conhecia. Foi um brilhante professor de direito na UFMG. É estarrecedor ele ter votado a favor dessa PL absurda!

  5. Aprenda a votar povo brasileiro,para que não caia mais nessa falsas promessas,e serve para esses que vendem o seu voto por 50,00 reais.

    1. Minha senadora está doente, não pode votar!!! Infelizmente!! E como sempre… Serra se absteve… ficou encima do muro!!!! Espero que os cidadãos que o elegeram (ainda bem que não sou um deles) se lembrem disso nas próximas eleições!!!! Parabéns Major Olímpio!!!

  6. Farei campanha contra cada um dos senadores do meu Estado que votaram a favor desta excrescência!
    Vou reunir meus amigos e familiares para fazermos campanha sistemática contra cada um deles. A pior desmoralização é a que ocorre de boca em boca, nem multinacional resiste.
    No meu Estado, podem se considerar produtos fora da data de validade!

  7. Pelo menos esse momento vergonhoso do Senado serviu para tirar as máscaras daqueles que pareciam “ao lado do povo” – Simone Tebet, pode ir preparando o retorno ao seu Estado natal, pois cv não ganhará mais nada daqui para a frente.

  8. Anastasia e Rodrigo Pacheco, vergonha de Minas Gerais.
    A partir de hoje começou a campanha na minha Cidade para não elegerem vocês e ninguém do DEM e do PSD.
    Vocês não representam o Povo que elegeu vocês, então fora.

  9. Prezados Senhores
    Do DEM (Maia e Alcolumbre), PSB, PSDB, PT, PSOL, REDE, REPUBLICANOS, PROS, SOLIDARIEDADE, PODEMOS, PSTU, PCdoB, MDB,PDT, PR, PP, e demais partidos, vcs serão varridos da política brasileira. Sr. Davi Alcolumbre esqueça da candidatura do seu irmão para a Prefeitura do estado do Amapá, ela acabou de ir pelo ralo, o povo está esperto e vcs Srs. SENADORES não serão reeleitos, simples assim.
    SUPREMO É O POVO.

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie-nos a sua opinião, sugestão ou crítica! Fale conosco
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês