Francisco pede a socialista que 'construa a pátria com todos'

Edição da semana

Em Em 24 out 2020, 19:00

Francisco pede a socialista que ‘construa a pátria com todos’

24 out 2020, 19:00

Presidente da Espanha, Pedro Sanchez visitou Sua Santidade para discutir questões diplomáticas

francisco

Foi a primeira reunião entre o papa argentino e o presidente socialista espanhol | Foto: Divulgação/Vatican News

O papa Francisco pediu ao presidente socialista da Espanha, Pedro Sanchez, que “construa a pátria com todos”. A declaração foi dada no encerramento de um encontro entre os dois líderes neste sábado, 24, para discutir relações diplomáticas. “Fazer um país progredir parece fácil, mas não é assim”, acrescentou Sua Santidade, ao afirmar que admira a política. O pontífice também aproveitou para tecer críticas ao que chamou de ideologias que desfiguram a pátria. “São álibis que estão disfarçados de modernidade ou de restauração. É muito triste quando as ideologias se apoderam da interpretação de uma nação, de um país e desfiguram a pátria”, concluiu Francisco.

Leia também: “Vaticano renova acordo com o Partido Comunista da China”

Essa é a primeira reunião entre o papa argentino e o presidente socialista espanhol, que foi recebido com todas as honras no pátio San Damaso dentro do Vaticano e, depois do encontro com o papa, se reuniu com o Secretário de Relações com os Estados, Arcebispo Paul Gallagher, em vez do Secretário de Estado, o cardeal Pietro Parolin, como inicialmente previsto. Conforme a agência de notícias AFP, os motivos do encontro entre Sanchez e Francisco estão relacionados à reforma da educação na Espanha, às modificações na lei do aborto e o projeto de eutanásia. Além disso, foram discutidas políticas acerca da pandemia de coronavírus no país liderado pelo governo de esquerda.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 Comentários

  1. O papa não tem que falar subjetivamente como os Comunistas falam. Todos o quê? Como Cuba onde 95% , povo,passam privações de todos os tipos, inclusive de Liberdade e 5% gozam de todas as benesses para manter o povo subjugado? Venezuela idem e a Argentina do papa, indo para o mesmo caminho.

    Responder
  2. O peronista ,vestido de branco, que reside no Vaticano e que -como no seu Pais natal – esta´se encarregango de destrui-lo , afinal afirmou que gosta de politica . Salvo para os ingenuos isso ja era notorio faz tempo.
    Ele deixou o Ecumenismo para se dedicar completamente ao Poder Temporal.
    A confirmação disso e´so ler a ultima Enciclica ¨Fratelli Tutti ¨ que – ate´para os honestos filosofos de esquerda – e´so um pamphlet publicitario e sobretudo sem conteudo teologico!!!
    Sic transit gloria mundi ,Bergoglio .O sr. se esqueceu isso.

    Responder
  3. Porque ainda se perde tempo com esse farsante, “chefe” da Igreja Católica, a caminho da cizânia, enquanto êle for papa ! Conspirador…derrubou Bento XVI….sem comentários !!!

    Responder
  4. Nostradamus previu um falso Papa. Será esse?

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O império dos sem-voto

Há cada vez mais pessoas que nunca receberam um único voto na vida, e não têm mandato nenhum, dizendo o que o cidadão deve ou não deve fazer

O mal de roupa nova

O Partido Democrata não esconde as intenções: quer mais coletivismo, menos autonomia dos Estados, maior controle exercido pelo Executivo central e intervenção na economia

A nova Torre de Babel

Ao contrário do mito bíblico, a torre atual está sendo edificada com base na confusão proposital das palavras por indivíduos desprovidos de inteligência e coragem

Segundo turno nupcial

“Ué, você tá torcendo pra mim?” / “Não sei. Estou indeciso”

A imprensa morre no escuro

A atividade que já foi chamada de “quarto poder” escorrega perigosamente para a irrelevância

O resgate de Tocqueville

O desprezo pelo cristianismo, tão comum em meios “progressistas”, representa um perigoso afastamento dos pilares norte-americanos

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês