Fundo Eleitoral: PT será o único a receber mais de R$ 200 milhões

Edição da semana

Em 16 set 2020, 18:42

PT receberá mais de R$ 200 milhões do Fundo Eleitoral

16 set 2020, 18:42

Além do Partido dos Trabalhadores, outras 20 legendas terão acesso ao recurso chamado de Fundo Eleitoral

fundo eleitoral - tse - pt - 200 milhões

Foto: REPRODUÇÃO/BLOG DO ESMAEL

O PT volta a superar os demais partidos políticos do Brasil. Mas não nas urnas. Nesta semana, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou a repartição do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) para o pleito deste ano. O Partido dos Trabalhadores será o único a ter direito a mais de R$ 200 milhões.

Leia mais: “Fichas-sujas: Lista conta com mais de 7 mil políticos”

Conforme a lista divulgada pelo TSE, o PT receberá R$ 201,2 milhões do privilégio conhecido por Fundo Eleitoral. No ranking, direita e esquerda não estão distantes. Isso porque o PSL, legenda pela qual o presidente Jair Bolsonaro se elegeu em 2018, aparece na segunda posição, com direito a embolsar R$ 199,4 milhões durante o processo eleitoral deste ano.

Além de PT e PSL, mais 19 siglas já têm direito ao Fundo Eleitoral. A lista pode, inclusive, ampliar-se. É que o TSE informa que os pedidos feitos por PP e DEM estão em análise. No total, o valor de R$ 1,39 bilhão será destinado aos partidos.

Financiado pelos militantes

A divisão do Fundo Eleitoral ocorre na semana em que lideranças do PT, como Lula e Dilma Rousseff, lançaram movimento para que a militância ajudasse a bancar o caixa do partido. Conforme registrado por Oeste, o Partido dos Trabalhadores já tinha ciência do montante a receber do Fundo Eleitoral, mas afirmou que o valor não era suficiente.

Fora do poder, cúpula do PT pede dinheiro a militantes

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

9 Comentários

  1. Podemos desistir desse país.

    Responder
  2. Dinheiro jogado fora! A miséria que tem no país poderia ser minorada com esse desperdício.

    Responder
  3. Vivemos em um ” ESTADO DEMOCRÁTICO DE DELITO “

    Responder
    • Anti – DEMOCRÁTICO, digo.

      Responder
    • Esse fundo indecente serve ao menos para revelar que o PT é tão sem-vergonha que é capaz até de bater a carteira da sua militância.

      Responder
  4. Tanta gente nos sinais, pedindo um prato de comida , e um Partido Político recebe 200 MILHÕES DE REAIS. Isto é um abuso, um absurdo, uma tremenda injustiça, uma afronta aos cidadãos.

    Responder
  5. Não basta o que roubaram. O POVO ainda dá dinheiro, através do FUNDO ELEITORAL que é um escárnio, para eleger de novo os ladrões que nos roubaram.

    Responder
    • Esse fundo indecente serve ao menos para revelar que o PT é tão sem-vergonha que é capaz até de bater a carteira da sua militância.

      Responder
  6. Fundo eleitoral, não! Do suor do brasileiro honesto, que batalha duro, para, com seus impostos, financiar essas m#$%*& de facção criminosa. Que faça campanha com os próprios recursos, diabo!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês