Gastos com plano de saúde especial do Senado batem recorde - Revista Oeste

Edição da semana

Em 27 mar 2020, 11:27

Gastos com plano de saúde especial do Senado batem recorde

27 mar 2020, 11:27

Casa destinou R$ 13,8 milhões com ressarcimentos de gastos em saúde e assistência odontológica, o maior valor nominal da história

Senado bancará exames de coronavírus

Gastos com saúde dos senadores e agregados bateu recorde | Foto: Marcos Oliveira/Divulgação

Durante o ano de 2019, o Senado gastou R$ 13,8 milhões para ressarcir procedimentos de saúde e odontológicos a parlamentares, ex-integrantes da casa e seus agregados. O dispêndio é recorde e representou aumento de 20% em comparação ao ano anterior.

Em 2018, o Senado já havia registrado gastos da ordem de R$ 11,5 milhões com o plano de saúde especial dos parlamentares e ex-parlamentares. Desde 2016, essa cifra cresce gradualmente. Naquele ano, os procedimentos médicos e odontológicos custaram aos cofres públicos R$ 7,1 milhões; no ano seguinte, 2017, R$ 10,3 milhões.

MAIS: Senado banca vacinas e exames da covid-19

As despesas com o Sistema Integrado de Saúde (SIS), que é o plano de saúde da Casa, são criticadas pelos próprios senadores. Randolfe Rodrigues (Rede-AP) ingressou com um Projeto de Resolução para acabar com a regalia a ex-senadores e limitando o uso apenas aos parlamentares em exercício de mandato.

Mesmo assim, vários procedimentos seriam proibidos de acordo com a proposta de Randolfe Rodrigues. “Como diz o projeto, o plano de saúde dos senadores tem que ser limitado. E extinto, principalmente, a sua perpetuidade que hoje existe para os parlamentares quando termina o mandato”, descreveu o senador.

Nesta semana, reportagem de Oeste revelou que o Plano de Saúde especial do Senado permitiu ressarcimentos com vacinas para gripe e com exames para o coronavírus.

 

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 Comentários

  1. Estes senhores deveriam se utilizar do SUS

    Responder
  2. Vergonhoso. Não há nem o que dizer, realmente temos aqui um Olimpo cheio de deuses…

    Responder
  3. Deveriam estar seguindo as mesmas instruções e regras q seguem.todos os brasileiros!

    Cansei de pagar a conta desses APROVEITADORES!!!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês