Geddel não está com covid-19 e continua na cadeia - Revista Oeste

Em 11 jul 2020, 18:00

Geddel não está com covid-19 e continua na cadeia

11 jul 2020, 18:00

Condenado a mais de 14 anos de prisão, o ex-ministro Geddel Vieira Lima está preso em Salvador e havia pedido transferência para o regime domiciliar

Geddel covid-19

Ex-ministro está preso em Salvador | Foto: JBatista/Câmara dos Deputados

A contraprova do ex-ministro Geddel Vieira Lima, 61 anos, realizada através do teste swab nasal, apontou negativo para covid-19. Ele havia testado positivo na última quarta-feira, 8, depois de realizar o teste rápido. Geddel está preso no Complexo Penitenciário de Salvador.

No dia 26 de junho, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido da defesa de Geddel para a progressão para prisão domiciliar. Com o primeiro teste positivo, a defesa refez o pedido.

Relator do processo, Fachin solicitou informações sobre as condições de controle da covid-19 adotadas no presídio onde Geddel está. De acordo com o documento apresentado ao ministro do STF, Geddel está em cela individual, em bloco com capacidade para abrigar 16 internos. Entretanto, atualmente possui nove.

Veja os números do coronavírus no Brasil e no mundo

Malas de dinheiro

Geddel Vieira Lima foi preso em setembro 2017, após a Polícia Federal encontrar malas contendo R$ 51 milhões em um apartamento atribuído a ele, em Salvador. O ex-ministro estava no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, até dezembro do ano passado, quando foi transferido para a capital baiana.

O político atuou como ministro nos governos dos ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Michel Temer. Em outubro de 2019, ele foi condenado a 14 anos e 10 meses pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias