Gilmar Mendes será relator de recurso contra foro a Flávio Bolsonaro

Em 30 jun 2020, 16:58

Gilmar Mendes será relator de recurso contra foro a Flávio Bolsonaro

30 jun 2020, 16:58

Ministério Público do Rio de Janeiro recorreu da decisão que tirou o caso da 1ª instância

Gilmar Mendes

Ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes | Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, será o relator do recurso do Ministério Público do Rio de Janeiro que questiona a decisão que concedeu foro privilegiado ao senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

No dia 25 de junho, a 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro tirou da 1º instância as apurações envolvendo o filho do presidente Jair Bolsonaro no processo das “rachadinhas”.

A Promotoria entende que os desembargadores da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio contrariaram o atual entendimento do STF sobre o foro especial, e que o processo de Flávio deve continuar na primeira instância.

A ação do MP fluminense foi distribuída a Gilmar Mendes nesta terça-feira, 30, “por prevenção”, ou seja, não foi sorteada livremente entre os ministros do tribunal.

O processo foi encaminhado diretamente ao magistrado porque Gilmar já é relator de uma outra ação, movida pela defesa de Flávio, no âmbito das mesmas investigações.

LEIA TAMBÉM: O VALE-TUDO CONTRA BOLSONARO

Em 2018, o Supremo decidiu que o foro privilegiado só vale para crimes cometidos no exercício do mandato e em função do cargo.

Ao comentar a vitória no TJ do Rio, a defesa do senador Flávio Bolsonaro disse que os desembargadores reconheceram a incompetência absoluta do juízo de primeira instância.

A defesa agora buscará a nulidade de todas as decisões e provas relativas ao caso desde as primeiras investigações.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. Eu entendo pouco de processo, mas o recurso não deveria ter sido para o STJ e só depois para o STF? É o que sempre falo: se TUDO vai parar no STF, para que existem as demais instâncias? Vamos economizar extinguindo a primeira instância, os tribunais regionais e o STJ. Não servem para nada mesmo. No fim do processo,um juiz do STF, monocraticamente, muda ou anula tudo. Perdeu-se dinheiro e tempo.

    Responder
  2. Tá nas mãos do Gilmar?
    Campeão da Libertadores?Então tá livre!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias