Gilmar Mendes substituirá Celso de Mello em ação no STF

Em 7 ago 2020, 15:43

Gilmar Mendes substituirá Celso de Mello em ação no STF

7 ago 2020, 15:43

Decano havia sido escolhido relator na ação que tenta impedir que Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre de se reelejam presidentes da Câmara e do Senado, respectivamente

gilmar mendes, celso de mello, stf, davi alcolumbre, rodrigo maia, câmara dos deputados, senado, reeleição

Gilmar Mendes vai ser relator de ação que julgará constitucionalidade de reeleições de Maia e Alcolumbre 
Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes vai substituir o colega e decano da Corte, Celso de Mello, na relatoria da ação que pede que Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP) possam se reeleger presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado, respectivamente.

Com problemas de saúde e depois de já haver se submetido a uma cirurgia, Mello alegou razões de “foro íntimo” para não assumir o processo. Com isso, não precisa dar mais explicações para deixar o caso, de acordo com o regimento interno do STF.

A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) que agora deverá ter como relator Mendes foi impetrada por Roberto Jefferson (PTB), aliado do presidente Jair Bolsonaro. Para ele, manter os presidentes atuais nas Casas legislativas feriria a Constituição. Gilmar Mendes poderá dar liminar impedindo que ambos tentem se reeleger com base na ADI, monocraticamente.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 Comentários

  1. Não vai dar em nada. Gilmar Mendes dirá q é problema interno do congresso e vai devolver a bola.

    Responder
  2. Se depender do Gilmar maia e alcolumbre já estão reeleitos

    Responder
  3. Isto é competência exclusiva da Câmara e Senado, existem regimentos
    de ambas as casas que precisam serem respeitados, se ele tiver a ousadia
    de tomar uma atitude intempestiva e imoral a favor de ambos, configura-se
    invasão de Poderes e caso de polícia ou exército.

    Responder
  4. Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre,estão eleitos!

    Responder
  5. Faz tempo que a justiça acabou no STF, ele vai fazer o que lhe der na telha e lhe for mais conveniente. No caso vai dizer que o problema não é do STF e vai arquivar. Ou então poderá dizer que poderão se eleger deste que façam determinadas mudanças, e aí já vai dar o rumo para os dois piores presidentes que já estiveram no congresso. Mas tudo combina com os 11 piores ministros que já tivemos no STF.

    Responder
  6. Faz sentido a ação de Roberto Jefferson, tendo em vista a inconstitucionalidade de reeleição, agora, como já vimos ministros do STF por conveniência atender interesses de seus pares alterar, modificar, inserir, inventar, criar, legislar, conspirar etc…, pode ser que ambos consigam passar essa inconstitucionalidade.

    Responder
  7. Ou seja, vão rasgar a constituição em pedaços ainda menores.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Coronavírus

Revista Oeste — Edição 27 — 25/09/2020

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês