Globo entra na mira do Cade por suposto monopólio - Revista Oeste

Edição da semana

Em 26 set 2020, 12:40

Globo entra na mira do Cade por suposto monopólio

26 set 2020, 12:40

Caso tem a ver com transmissão de jogos de futebol; denúncia foi feita por um clube esportivo

globo

Sede da rede Globo, na capital paulista | Foto: DIVULGAÇÃO/REDE GLOBO

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) abriu um inquérito para apurar suposto monopólio da Rede Globo sobre os direitos de transmissão do futebol. A investigação iniciou-se na sexta-feira 25 e tem 180 dias para ser concluída, de acordo com nota técnica divulgada pelo órgão. Tudo começou depois de um clube esportivo (o Cade não revelou o nome) denunciar a emissora. Conforme a acusação, a Globo estaria valendo-se “de ações judiciais para impedir que sua concorrente, a Turner, transmita jogos do Campeonato Brasileiro”. Proprietário do canal TNT, o Grupo Turner é concorrente da emissora pelos direitos de transmissão da competição.

Leia também: “SBT mina o desejo da Globo de recuperar a Libertadores”

Para o Cade, o fato de a Globo ter entrado com um processo contra a Turner, para impedir que ela usasse a Medida Provisória (MP) 984/2020 de modo a exibir jogos, configura uma intimidação à concorrência em um mercado que já é fechado. E que fica ainda mais difícil de se investir com um grupo econômico repreendendo quem tenta entrar no negócio. “As características do mercado de transmissão de jogos de futebol — com poucos agentes econômicos e marcado pela clara existência de posição dominante — podem desvirtuar o paradigma de ‘competição no mercado’ por uma competição ‘pelo mercado’, sobretudo no caso de negociação de campeonatos inteiros”, explicou o Cade.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 Comentários

  1. Ora, ora. Me fala uma novidade.

    Responder
  2. O CADE acordou, depois de ficar hibernando por 35 anos.

    Responder
    • Antes tarde do que nunca!

      Responder
    • Antes CADE do que nunca.
      Deixei de ver futebol brasileiro, só libertadores no SBT.
      Não sintonizamos em Globo, unicamente porque é impatriotica, mentirosa e de viez comunista.
      E não aceito que sintonizem em salas de espera, restaurantes e locais públicos. Faço reclamação COM AS DEVIDAS JUSTIFICATIVAS. Se está no BRASIL não pode destruir um GOVERNO, ainda mais com mentiras, desonestidade.
      Hoje a Globo expõe seus próprios repórteres e funcs ao ridículo, ao linchamento, sem qq preocupação.

      Responder
  3. Suposto monopólio? E podem ter certeza que tem muito dinheiro de propina envolvendo a CBF e a tal CONMEBOL . Os horários e até os dias dos jogos, claro, tudo determinado pela emissora. Se chegarem na Seleção Brasileira então é que muito esqueleto vai sair do armário. Parabéns pelo artigo e continuem de olhos porque ainda tem muita lenha para queimar nessa história.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês