Governo anuncia prorrogação do auxílio emergencial por mais dois meses

Em 30 jun 2020, 17:45

Governo anuncia prorrogação do auxílio emergencial por mais dois meses

30 jun 2020, 17:45

O auxílio emergencial será prorrogado por mais dois meses; valor de R$ 600 será mantido pelo governo, anunciou Paulo Guedes

governo auxílio emergencial

Foto: Marcos Corrêa/PR

Em cerimônia no Palácio do Planalto nesta tarde, o governo federal anunciou a prorrogação do auxílio emergencial por mais dois meses. Com isso o benefício que foi criado em razão da pandemia do coronavírus, terá um total de cinco parcelas.

De acordo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, o governo “não pode ser acusado de omissão, visto que está fazendo todo o possível para ajudar os brasileiros de todas as maneiras”.

Ele destacou outros programas do governo para a crise, como o que permite corte de jornada e de salário e de empréstimo aos empresários.

Veja também: “Caixa anuncia calendário do terceiro lote do auxílio emergencial”

Através do auxílio emergencial, informou Guedes, o governo federal pode descobrir mais de 30 milhões de brasileiros que estavam “invisíveis”. Para ele, esse projeto é sem dúvida, o maior programa social do mundo.

O auxílio emergencial terá mais duas parcelas de R$ 600, anuncio Guedes que chamou o benefício de uma “coluna de fraternidade” no momento de crise.

O ministro afirmou que esse pagamento ainda poderá ser feito de um outro modo, “para uma transição mais suave”, e que isso será discutido.

Guedes reafirmou a necessidade de um ajuste fiscal e que essa crise não abala o compromisso do governo e nem tira a credibilidade com o mercado, que entende o aumento de gastos no momento. “No ano que vem, estamos de volta no caminho da austeridade, no controle das contas públicas”, disse.

Bolsonaro

Em seu discurso, o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que o auxílio emergencial é um programa necessário e que “esse é um dinheiro que não é meu, mas de todos os brasileiros que pagam os impostos”.

Sobre as viagens que fez, como a Araguari no final de semana, Bolsonaro disse que faz isso não para provocar ninguém, mas que tem o objetivo de levar “coragem, mostrando um presidente que está ao lado deles”, do povo.

Mais: “Auxílio emergencial pode ser pedido nas agências dos Correios”

Ele agradeceu ao ministro Paulo Guedes e à Câmara dos Deputados e o Senado Federal pelo projeto do auxílio emergencial. Ele destacou a fala do seu ministro da Economia, e afirmou que o benefício é “o maior programa social do mundo”.

 

 

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias