GPA pode separar e fazer IPO de 'atacarejo' Assaí - Revista Oeste

Edição da semana

Em 10 set 2020, 13:30

GPA pode separar e fazer IPO de ‘atacarejo’ Assaí

10 set 2020, 13:30

Em fato relevante divulgado nessa quarta-feira, 9, companhia anunciou que, se aprovado, negócio deve ser concluído até março de 2021

gpa, assaí, cisão, separação, bolsa de valores de são paulo, b3, ipo

‘Atacarejo’ Assaí pode se tornar empresa separada do GPA | Foto: Groupe Casino/Divulgação

O Grupo Pão de Açúcar (GPA) estuda separar o “atacarejo” Assaí da holding e colocar ações da nova companhia na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3.

O anúncio foi feito com a publicação de um fato relevante pelo grupo nessa quarta-feira, 9.

Para que o negócio aconteça, o Assaí terá de transferir sua participação na rede varejista colombiana Éxito, adquirida em 2019, para o GPA.

Caso a separação seja aprovada, deverá estar concluída até março de 2021.

“O propósito da potencial transação é liberar o pleno potencial dos negócios de cash & carry [atacado-varejista] e varejo tradicional da companhia, permitindo que operem de forma autônoma, com administração separada e foco nos seus respectivos modelos de negócios e oportunidades de mercado”, informou em nota o GPA.

De acordo com a companhia, cada um dos negócios também passará a ter acesso direto a outras fontes de financiamento e ao mercado de capitais.

 

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Alerta: pesquisas à vista!

Por que as sondagens eleitorais erram tanto, como isso distorce o processo democrático e o que se pode fazer

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês