-Publicidade-

Advogado da ‘Folha’ vê ‘desvio autoritário’ do governo em inquérito contra colunista

Hélio Schwartsman irá depor à Polícia Federal por causa de texto em que diz torcer pela morte de Bolsonaro
Advogado da Folha reclama de  autoritarismo do governo Bolsonaro | Foto: REPRODUÇÃO/KEKANTO
Advogado da Folha reclama de autoritarismo do governo Bolsonaro | Foto: REPRODUÇÃO/KEKANTO | fachada da sede da folha de s. paulo - advogado Luís Francisco de Carvalho Filho

Hélio Schwartsman irá depor à Polícia Federal por causa de texto em que diz torcer pela morte de Bolsonaro

fachada da sede da folha de s. paulo - advogado Luís Francisco de Carvalho Filho
Advogado da Folha reclama de autoritarismo do governo Bolsonaro | Foto: REPRODUÇÃO/KEKANTO

Conforme noticiado mais cedo por Oeste, o jornalista Hélio Schwartsman, da Folha de S. Paulo, terá de explicar o que o motivou a torcer pela morte do presidente da República, Jair Bolsonaro. Nesse sentido, ele foi convocado a depor pela Polícia Federal (PF) em inquérito solicitado pelo Ministério da Justiça.

Leia mais: “Justiça condena e Folha indenizará promotores”

Apesar de o ministro da Justiça, André Mendonça, solicitar a abertura de investigação com base em dois artigos da Lei de Segurança Nacional, que se referem aos princípios básicos do Estado democrático de direito, a defesa do jornal paulistano enxerga na notícia da intimação um ato autoritário vindo do Poder Executivo federal.

“Um desvio autoritário do governo Bolsonaro, avesso à Constituição e à liberdade de expressão”

“Este inquérito é mais um desvio autoritário do governo Bolsonaro, avesso à Constituição e à liberdade de expressão”, disse Luís Francisco de Carvalho Filho, advogado da Folha.

Sobre ser avesso à liberdade de expressão, Carvalho Filho não explicou, ao menos por ora, as razões para a direção da Folha travar há anos disputa judicial contra o site da paródia Falha de S. Paulo.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês