-Publicidade-

O que a Globo tem a dizer sobre a acusação de que recebia dinheiro de doleiro?

Doleiro acusou sócios do conglomerado de mídia de receber remessas mensais de dinheiro
Os irmãos João Roberto Marinho e Roberto Irineu Marinho. Eles negam acusações feitas por doleiro | Foto: CESAR ALVES/GLOBO
Os irmãos João Roberto Marinho e Roberto Irineu Marinho. Eles negam acusações feitas por doleiro | Foto: CESAR ALVES/GLOBO | joão roberto marinho e roberto irineu marinho - família marinho - grupo globo - delação - doleiro dario messer

Doleiro acusou sócios do conglomerado de mídia de receber remessas mensais de dinheiro

joão roberto marinho e roberto irineu marinho - família marinho - grupo globo - delação - doleiro dario messer
Os irmãos João Roberto Marinho e Roberto Irineu Marinho. Eles negam acusações feitas por doleiro | Foto: CESAR ALVES/GLOBO

Presidente e vice-presidente do conselho de administração do Grupo Globo, conglomerado que controla a Rede Globo de Televisão e outros veículos de comunicação, os irmãos Roberto Irineu Marinho e João Roberto Marinho negaram as acusações feitas pelo doleiro Dario Messer.

Leia mais: “Globo ignora STF e cobra Bolsonaro por condução da pandemia”

Em delação premiada, o homem conhecido por ser o “doleiro dos doleiros” declarou, por exemplo, que os irmãos da família Marinho seriam beneficiários de suposto esquema. Conforme registrado por Oeste, Messer afirmou que os empresários de mídia chegavam a receber até US$ 100 mil por mês.

Negação

Tais acusações, contudo, são negadas por Roberto Irineu e João Roberto. Por meio de nota enviada ao site da revista Veja, os dois garantem que “nunca realizaram operações de câmbio não declaradas às autoridades”.

“A respeito de notícias divulgadas sobre a delação de Dario Messer, vimos esclarecer que Roberto Irineu Marinho e João Roberto Marinho não têm nem nunca tiveram contas não declaradas às autoridades brasileiras no exterior. Da mesma maneira, nunca realizaram operações de câmbio não declaradas às autoridades”, afirma a dupla da Globo.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês